10 PASSOS PARA SE ACEITAR E SE SENTIR MELHOR

15/02

Cansou de ficar insatisfeita com quem você é e quer agora se aceitar e se sentir melhor? Chega de ficar repetindo padrões que te aprisionam, vem se libertar, você merece, nós merecemos! Espero, de coração, que essas 10 dicas possam contribuir no seu processo de autoconhecimento e empoderamento!

Neste post eu separei dez coisas que me ajudaram muito na minha própria libertação. Coisas sobre a minha autoimagem, meu amor-próprio e satisfação comigo mesma. Se você também está cansada de se julgar e ser tão autocrítica, que estes insights possam te ajudar a se aceitar e se sentir melhor a cada dia!

1. Para de seguir

Comece a observar os sentimentos e sensações que os feeds das redes sociais geram em você. Se tem alguma imagem ou texto que desperta desconforto, tem algo errado. Tem muita coisa tóxica nas redes sociais e se você não prestar atenção, tem muita coisa que te coloca pra baixo também. Seguir alguém que te inspira a ser uma pessoa melhor é bem diferente de seguir alguém que te faz sentir uma pessoa pior. Então, faça uma limpeza no seu feed.

2. Busque representatividade

Depois de limpar as influências que te trazem desconfortos, busque por pessoas que representem a sua vida e os seus objetivos. O objetivo aqui é se sentir confortável, seguindo perfis que de algum modo te acolham e te façam sentir parte do todo.

3. Medite sobre suas feridas

Olhe para dentro, reflita e busque compreender as suas feridas. Vai doer e incomodar muito, mas isso fará com que você ressignifique situações e escolhas, acolhendo tudo o que aconteceu com você e os sentimentos gerados, mesmo que não sejam coisas boas. Como fazer isso? Há inúmeras opções, terapia, yoga, meditação, cursos, livros… você pode experimentar e escolher o melhor caminho para você.

4. Escreva e queime

Simplesmente, quando é algo muito difícil, doloroso ou até vergonhoso, coloque tudo num papel e depois se desfaça do papel. Por fim, libere esse peso e libere espaço dentro de você.

5. Encontre o aprendizado

Por mais que você não aceite determinadas coisas, há sempre algo a aprender em cada situação. Se você observar, verá que tudo que aconteceu com você foi importante para quem você é hoje. Portanto, crie o hábito de se perguntar: o que aprendi com isso? No presente. No passado: qual o aprendizado? Como isso foi importante de alguma forma para você?

6. Paciência e tempo

É um processo, não uma mágica. Você vai trabalhando suas questões, se abrindo e muitas quebras de padrão virão com o tempo e o amadurecimento. Desse modo, é preciso ter paciência e com o tempo você irá se aceitar e se sentir melhor com você mesma.

7. Se empodere

Sim, parece clichê, principalmente porque empoderamento virou algo comercial, assim como autoestima e autocuidado. Desse modo, há discursos que atrelam coisas materiais a autoestima e empoderamento. Contudo, a transformação precisa vir de dentro com novas formas de pensar de se enxergar, redescobrindo seu valor e seu poder pessoal. Resgate a sua potência!

8. Se permita

Sabe aquela coisa que você não vive sem? Por exemplo alguma maquiagem, um tipo de roupa, medo de se expor… Por que você se permite ser dependente disso? Se permita flexibilizar, sentir como é ser livre e ir desconstruindo esses padrões. Às vezes nos modificamos tanto que acabamos deixando de lado quem realmente somos, seja com filtros na vida virtual, maquiagens e até determinadas roupas. Você ainda sabe quem você realmente é e consegue se sentir bem com você mesma?

9. Se perdoe

Bem complexo, eu sei. No entanto, há métodos interessantes para isso, como a filosofia havaiana do ho’oponopono que usa quatro frases para trabalhar o perdão, a gratidão e o amor. Eu sinto muito, me perdoe, eu te amo, sou grato – são as quatro frases que você pode usar com um mantra ou uma oração, falar na frente do espelho, vibrar enquanto faz suas atividades. Lembre-se, é um processo.

10. Lembrar do que importa

Onde você tem colocado seu tempo, energia, dinheiro e atenção? Disso tudo, o que realmente importa? Certamente, está muito além das imagens, das posses, das conquistas. A vida é aqui e agora, é a saúde, o ar que respiramos, as pessoas que amamos. Isso nos ajuda a desvencilhar das ilusões dessa vida, que geram alegrias momentâneas e uma certa dependência de mais e mais situações e coisas para ter essa alegria novamente.

Enfim, liberte-se dos excessos que te tiram o foco da prioridade e compartilhem nos comentários qual foi o tópico que mais fez sentido para você nesse caminho de se aceitar e se sentir melhor com você mesma!

Aqui estão outros posts que vocês podem gostar:

Uma parte do meu passado que nunca contei

Aula de yoga para iniciantes