30 Coisas que Aprendi em 30 anos por Juliana Goes

05/10
publicidade
 
Eu cheguei na casa dos 30 com muita alegria, mais confiante, mais segura e plena do que outras décadas anteriores. Preparei um vídeo com as 30 coisas mais especiais que aprendi nessa fase balzaquiana e como me fazem a melhor versão de mim mesma até então! Vem comigo e quero que você compartilhe seus aprendizados também!

 
Eu comemorei muito a chegada dos 30, acredito que a gente deve reconhecer nosso mérito, nossa evolução, nossos aprendizados e até mesmo os erros que acontecem pelo meio do caminho, com os quais sempre podemos tirar uma lição. Faz parte rir, faz parte chorar, mas o essencial é o que você leva de aprendizado com suas vivências e o quanto você desenvolve seu autoconhecimento a medida em que o tempo passa. A IBBL me convidou para dividir com vocês essa mensagem, já que também completou 30 anos e é uma das marcas mais queridas do mercado de purificadores de água! Temos praticamente a mesma idade e muita história pra contar, então bora começar!

1. Nesses 30 anos eu aprendi que não preciso ter medo do tempo, ele me traz sabedoria.

2. Aprendi a cuidar bem da pessoa mais importante da minha vida, de mim mesma. Cuidar melhor da minha saúde, dos bons pensamentos, bons sentimentos.

3. Água é uma das maiores fontes de saúde e de beleza, isso começa de dentro pra fora. Hoje eu busco nutrir meu corpo e parei de alimentar para minha ansiedade.

4. Aprendi que sabendo quem eu sou, entendo o que vim fazer aqui, hoje conheço minhas qualidades e meus defeitos, me esforço para ser a melhor versão de mim mesma.

5. Aprendi que estar alinhada ao meu propósito de vida me mantém motivada e confiante de que estou no caminho certo, pra isso precisei deixar algumas coisas pra trás, mudar pequenos grandes detalhes da minha vida.

6. Hoje meu bem estar, minha leveza, são prioridades de vida e fazem bem não só a mim como a quem está perto de mim.

7. Aprendi que a zona de conforto pode ser muito perigosa. Hoje eu vejo o quanto a zona de conforto me ‘protegeu’ de evoluir, todos os dias crio coragem para quebrar padrões limitantes, reflexo dessa zona de segurança que de segura não tem nada.

8. O medo também era uma sombra que vivia me atormentando, minha saída foi testar minha coragem e descobrir que ela pode ser maior do que meus medos.

9. Encontrei no Yoga, nos meus chás, na purificação do corpo e da alma, uma forma de estar saudável, de estar em paz.

10. Percebi que por melhor que sejam minhas intenções, não posso ajudar ninguém, se não me ajudar primeiro. Não adianta querer mudar o mundo se isso não começar por mim mesma.

11. Só posso oferecer aquilo que tenho, se não cultivar amor próprio, a felicidade dentro de mim e a minha realização pessoal, dificilmente poderei fazer isso pelos outros ou fazer com que os outros façam isso por mim.

12. Você pode ter o melhor arsenal de beleza, moda, se você não está bem por dentro, é bem improvável que um recurso externo vá resolver.

13. Hoje eu dou mais valor para ser, porque ter não me faz alguém melhor. Mas sempre posso SER alguém melhor.

14. Resiliência é uma das minhas palavras chaves. Penso na capacidade de transformação da água, sem perder a essência, se adapta para chegar onde é seu destino. Transparente, leve e pura, me inspiro muito nisso!

15. Aprendi a ter mais disciplina e vencer a preguiça a cada dia. Tomar meus dois litros e meio de agua por dia, manter meu corpo em movimento, nutrir minhas células e meus pensamentos com o que é saudável e com o que vale a pena.

16. Aprendi que não importa a velocidade em que o mundo anda, a minha velocidade deve ser determinada por mim mesma.

17. Respeitando meu ritmo, consigo estar mais presente no aqui e agora e viver de forma mais consciente, fazer escolhas com mais intenção.

18. Aprendi que a maioria dos achados de promoção, compras impulsivas ou presentes por um ‘suposto merecimento’, acabaram entulhando meu armário e minha vida e não ajudaram muito no fim das contas.

19. Já tentei tampar um vazio com coisas, mas coisas são vazias demais para isso.

20. Hoje quando eu me sinto triste, meu melhor remédio é uma boa leitura, uma meditação, uma atividade fisica. Eu foco na cura que vem de dentro, na transformação, no que faz bem de verdade.

21. Aprendi a respeitar mais o próximo, mesmo quando não concordo. Cada um é cada um, com seus valores e motivações, julgar é uma forma de invasão, de usar a minha verdade como absoluta e ela não é.

22. Sou feliz de verdade quando tenho equilíbrio e liberdade, não me prendo mais a padrões, nem acredito em regras padronizadas. Buscando minha autenticidade, evito a vulnerabilidade.

23. Aprendi que por trás de todas as broncas dos meus pais, tinha muito amor e as melhores intençõ Eles fizeram da forma como sabiam ou podiam naquele momento.

24. Eu me aceito na minha essência, não foi fácil, mas vale a pena trabalhar a aceitaçã Hoje eu entendo quem eu sou e vivo quem eu sou. Não sou um produto do que as pessoas querem que eu seja ou o mundo gostaria que eu fosse. Viver para suprir as expectativas dos outros é arriscado demais.

25. Aprendi a me cobrar menos, a enxergar mais o lado bom das coisas, isso devolve o há de melhor em nó Um olhar para seus qualidades, um olhar de carinho para si mesmo.

26. Aprendi que casamentos e pessoas não são perfeitos, mas que o respeito, o amor e a paciência são grandes virtudes que todos nós temos e podemos incluir mais em cada área da nossa vida, começando por nós mesmos.

27. Hoje eu busco mais conexões pessoais, de olho no olho, do que conexões de wifi.

28. Aprendi que grandes expectativas podem ser grandes frustrações, então tenho muito mais cuidado e responsabilidade quando crio as minhas, especialmente sobre o que não posso controlar. Minhas maiores expectativas hoje são sobre mim mesma.

29. Aprendi a andar de bicicleta – finalmente – e isso me ensinou que é sempre tempo de aprender, de recomeçar e de se reinventar. Não importa a idade, o que importa é ter vontade!

30. Aprendi que é melhor feito do que perfeito. Nem eu, nem minha vida são ou serão perfeitas, mas é meu dever dar valor para as coisas simples, continuar vivendo e aprendendo pelas próximas décadas e ter gratidão em cada dia dos próximos que virã Gratidão por ter vocês aqui e que venham muitos mais anos juntas!


VEJA TODOS OS DETALHES NO VÍDEO
 

E você, me conta um grande aprendizado que você tenha hoje. Se identificou com alguns dos meus, deixa aqui nos comentários! É uma alegria imensa poder passar esses anos todos pertinho de vocês, sei que já aprendi muito com vocês e espero ter te inspirado em algum momento. Juntas podemos mais, né?! Gratidão IBBL por esse convite e por também fazer parte da minha vida, feliz 30 anos e que venham muuuuitos mais!
 
Muito amor por vocês,
 
Ju