Adaptação Escolar | 5 Dicas Úteis

23/05

por Escola Pecompê

Você lembra do seu primeiro dia na escolinha? Bem provável que não, mas com certeza esse dia foi marcante para seus pais. Tanto você quanto eles passaram pela fase de adaptação escolar, período temido para muitos pais, mas que não deve ser visto como um bicho de sete cabeças.

Para a maioria das famílias, esse momento pode representar mais uma ruptura no cordão umbilical emocional que liga pais e filhos, independentemente da idade. Mas é possível encarar essa nova rotina sem tanto sofrimento e garantindo segurança à criança.

Com a ajuda da psicóloga clínica e escolar Andrea Yamazawa, da equipe da Escola Pecompê, te contamos cinco coisas que você precisa saber sobre a adaptação escolar:

1. A adaptação não começa pelo filho, mas, sim, pelos seus pais. Isso porque a entrada da criança na escolinha representa uma grande mudança na rotina e na vida de todos, e eles precisam se apropriar dessas mudanças pra, seguros, encararem o próximo passo. Para que haja sucesso, família e escola precisam estar coesas. É importante incentivar a criança a conhecer o espaço da escola, as pessoas que ali estão e os ambientes que ela passará a frequentar. Pode ser que a criança precise da presença de um dos pais ou responsável, para transmitir segurança e ajudar na autonomia deste processo. Aos poucos, ela irá se familiarizar com o ambiente escolar e se sentirá segura.

2. Ao escolher a escola e iniciar a adaptação, os pais precisam estar confiantes desta decisão. Sim, as crianças sentem a preocupação e os medos dos seus pais, especialmente na hora de enfrentar essa nova fase. “Entregar a criança à pessoa responsável por sua acolhida na escolinha é fundamental! Não aguarde para que seu filho precise ser retirado do seu colo, o que pode prejudicar essa transição”, orienta a psicóloga. Claro que você vai sentir saudades e até ficar um pouco apreensiva nos primeiros dias. Afinal, é seu filho dando os primeiros passos rumo a independência. Mas essa sensação deve diminuir com o tempo, a medida que a criança vai ganhando confiança e se sentindo à vontade na escolinha.

3. É normal a criança chorar nesse comecinho de vida escolar. Essa reação se deve à angústia de separar-se momentaneamente dos pais. É tudo novo, tanto para os pequenos quanto para seus pais, e a resistência à mudança pode tomar conta deste momento. “O choro também é uma tentativa de manipular as pessoas para conseguir o que deseja, ou seja, não entrar na escola, por exemplo”, adverte Andrea. Mas o importante é observar que na maioria das vezes, a criança, ao entrar na escola, interrompe o choro e logo começa a relacionar-se com os amiguinhos e a professora de forma tranquila. Se isso não acontecer, reveja o processo de adaptação e converse com a coordenação da escola.

4. Provavelmente, você vai sentir culpa por deixar seu filho na escolinha. Mesmo que já no primeiro dia ele saia correndo sem nem se despedir de você. Esse sentimento vai passar, e isso acontece à medida que você vê o quanto a criança está feliz e segura. Mas, também é muito comum os pais, tomados por essa culpa, tentarem compensar os filhos com presentes e doces, o que não é recomendado. “O vínculo se constrói não pela quantidade de tempo que você passa com seu filho, e sim pela qualidade desse tempo. Ninguém deve ser recompensado por passar algum tempo de seu dia dentro de um ambiente capacitado para promover seu amadurecimento emocional, cognitivo e social através de atividades lúdica”, justifica a profissional.

5. Informe-se sobre como a escolinha conduz a adaptação, se há meios de acompanhar a rotina inicial da criança e como é a rotina neste ambiente. Procure respeitar os horários e entenda que esse começo será de muitos ajustes, para ambas as partes. Mas lembre-se: esta primeira experiência é fundamental na vida de seu filho. É um grande passo para fortalecer sua autoestima e integrá-lo em sociedade. Autores especializados em desenvolvimento infantil, como Helen Bee, observaram que crianças que frequentam a escola desde cedo são mais sociáveis, habilidosas, cognitivamente mais desenvolvidas e lidam melhor com adversidades. Por isto, confie em suas escolhas e aproveite uma das melhores fases da vida de seu filho!

A Escola Pecompê de Educação Infantil funciona há 18 anos em Santos, sob o comando das irmãs Paula e Patricia Barbato. Adota o sistema de ensino Dom Bosco by Pearson e prioriza o aprendizado com recursos lúdicos, a alimentação saudável e educação aliada aos valores. Recebe bebês a partir de 4 meses e crianças até 5 anos.

Funciona na Rua Álvaro Alvim, 98, Embaré

Informações: 3273-2223

 www.facebook.com/escolapecompe