AMAMENTAÇÃO | Pega correta, ordenha, posições e dicas

08/12

Tem um bebê e está com alguma dificuldade para amamentar? Então esse post é para você! Nele, juntei várias dicas sobre amamentação, como a pega correta, a ordenha, posições para amamentar e outros truques que vão te ajudar nesse processo.

Sei que nem toda mãe consegue amamentar – e tudo bem, às vezes a gente precisa se acolher! Mas como o leite materno tem inúmeros benefícios para o bebê, vale a pena procurar ajuda e tentar coisas diferentes. Se você estiver com dificuldade para amamentar, pode procurar uma consultora de amamentação ou um banco de leite e, acima de tudo, checar as dicas do app Kinedu!

Baixe GRÁTIS o Kinedu para iPhone ou Android!

Quem me acompanha sabe que eu já usava o Kinedu para acompanhar e estimular o desenvolvimento da Anne Liv, e que agora uso também com o Liam. O aplicativo foi criado por especialistas em desenvolvimento infantil e tem artigos incríveis e atividades com passo a passo em vídeo. Vale muuuito a pena baixar!

Pensando nas mães que têm alguma dificuldade para amamentar, como eu também tive (e quase desisti!), resolvi fazer esse vídeo com as dicas de amamentação que mais me ajudaram, dá uma olhada:

Dicas de amamentação

Como eu mesma tive algumas dificuldades com a amamentação, reuni aqui as principais dicas – minhas e do Kinedu! – que facilitaram esse processo. Vamos lá:

Pega correta

O que é a pega na amamentação?

A pega é a forma com que o bebê abocanha o peito para mamar. Com a pega correta, a sucção é muito mais efetiva, esvaziando a mama. Assim, o bebê consegue se desenvolver melhor e crescer de forma saudável. Quando a pega está correta, você sente a sucção, mas não dor ou desconforto. Até você acertar essa pega, pode ser que você e o seu bebê sofram um pouco.

O problema da pega errada é que o bebê pega só o mamilo, que acaba ficando dolorido e machucado, dificultando a amamentação. Além disso, ele também não consegue mamar bem, fica cansado e não se alimenta direito, o que acaba resultando em baixo ganho de peso. A pega correta também ajuda a prevenir os gases no bebê e estimula as glândulas mamárias da mamãe, melhorando a produção de leite.

Como fazer a pega correta?

  • Incentive o seu bebê a abrir bem a boca. É importante que ele abra bem a boca para conseguir ter uma pega correta. Para isso, o seu mamilo deve ficar na altura do nariz dele. Tente tocar o lábio superior do seu pequeno com o mamilo, pois isso pode incentivá-lo a abrir bem a boca para abocanhar o peito. Outra dica, caso ele não abra bem a boca, é tocar o canto da boquinha dele com o dedo limpo para despertar o reflexo de sucção. No vídeo, também mostro um exercício que você pode fazer para ajudar o seu bebê a abrir bem a boca e fortalecer o maxilar.
  • Traga o seu bebê junto ao peito. Quando o seu bebê tiver aberto a boca e estiver com a língua sobre a gengiva inferior, junte-o ao seu peito e faça uma prega com a mama toda (e não só com a aréola), apontando o mamilo para o céu da boca dele. No vídeo, eu mostro como fazer isso. O narizinho e o queixo do seu bebê precisam ficar posicionados de frente para a aréola (a parte mais escura da mama). O queixo do seu bebê irá tocar o peito e o lábio inferior dele irá cobrir a maior parte da aréola. Para facilitar, você pode moldar o bico do peito (fazer a prega) ao mesmo tempo em que coloca o seu bebê para abocanhar. Ah, uma coisa importante: o nariz do seu pequeno precisa ficar levantado, para que ele não tenha nenhuma dificuldade para respirar.
  • Observe como está a pega. Se a pega estiver correta, o seu mamilo irá ficar contra o céu da boca do seu bebê. Ao invés de dor ou desconforto, você irá sentir uma sensação de puxão. O seu bebê irá sugar mais rapidamente, já que isso ajuda na descida do leite. Quando o fluxo do leite estiver maior, ele vai começar a sugar mais lentamente, fazendo algumas pausas – isso significa que ele está ingerindo leite direitinho. Observe também se a mandíbula dele está se mexendo e se você consegue ouvir a sucção e a deglutição – estes são sinais de que a pega está correta!

Como corrigir a pega?

Se você perceber que a pega não está correta, para evitar que o bebê machuque o seu peito, você pode colocar o seu dedo limpo no canto da boca dele. Com isso, a sucção será interrompida.

Se mesmo com tudo isso, o seu bebê não estiver mamando bem, vale a pena conversar com o pediatra ou com uma consultora de amamentação, porque ele pode ter a língua presa ou algum outro fator dificultando o processo.

Ordenha

Por que a ordenha é importante?

Ordenhar o leite é importante porque: 

  • Evita que o peito fique endurecido e dolorido.
  • Evita que o leite empedre (o famoso ingurgitamento mamário). 
  • Deixa o peito mais macio, facilitando a mamada para o seu bebê. 
  • Estimula a produção de leite.
  • Ajuda você a ter leite armazenado para algum momento em que não consiga amamentar – ou pode servir para outros bebês caso você opte pela doação de leite materno.

Como fazer a ordenha manual?

Para fazer a ordenha manual, faça uma massagem com movimentos circulares nas mamas com as pontas dos dedos, da aréola em direção ao corpo. Posicione o polegar logo acima da aréola, e o indicador e o dedo médio abaixo dela. Então, empurre em direção ao corpo (essa parte é muito importante!). Pressione o polegar contra os outros dedos até ver que o leite começou a sair.

Se você for armazenar o leite, pode desprezar os primeiros jatos. Vá mudando a posição dos seus dedos para extrair o leite de todos os ductos lactíferos. Colha o leite em um frasco e, depois, feche-o bem.

Também é possível usar uma bomba extratora de leite ao invés de fazer tudo manualmente. O processo da ordenha pode ser desconfortável, mas é bem importante.

Armazenamento do leite materno

Para armazenar o leite materno, primeiro você precisa preparar o frasco. Para isso, lave um frasco de vidro com tampa de plástico. Coloque o frasco e a tampa em uma panela e cubra com água. Ferva por 15 minutos. Deixe que eles sequem naturalmente. 

Você pode deixar esse leite na geladeira por até 12 horas ou congelar por até 15 dias.

Posições de amamentação

Se você está machucada ou com algum desconforto, mudar a posição de amamentação pode fazer toda a diferença, ajudando na ergonomia, facilitando a amamentação e ajudando tanto você quanto o seu bebê a ficarem mais relaxados. 

No vídeo, eu mostro algumas posições de amamentação, mas vale deixar aqui as vantagens de cada uma delas:

  • Posição invertida: essa posição geralmente é mais fácil de manter por mais tempo, porque o peso do bebê não faz pressão sob o abdômen. Eu me atrapalho um pouco com ela, mas tem mãe que só consegue amamentar assim (alô, comadre, rs!).
  • Posição tradicional: é a que eu mostro com o Liam no vídeo, acho bem confortável, e consigo deixar o corpo dele em um ângulo de 45ºC, o que ajuda com o refluxo. É sempre bom reclinar um pouco as costas para trás.
  • Posição de cavalinho: essa posição é ideal para o bebê que já fica sentado sem apoio ou que tem refluxo (que é o caso do Liam). Se o seu bebê ainda não fica sentado sem apoio, é necessário segurar bem as costas e a cabecinha dele. Você também pode colocar uma fraldinha enrolada embaixo do peito para encaixar melhor. Aqui em casa, essa posição é sucesso – além de tudo, o Liam já arrota logo depois da mamada!
  • Deitada de lado: eu acabei não mostrando essa posição de amamentação no vídeo, mas ela é bem boa porque a mãe e o bebê ficam mais relaxados. Você se deita de lado com o corpo de frente para o do seu bebê – você pode apoiar o seu corpo e o dele com almofadas e até manter um dos seus braços sob a cabeça dele para dar apoio. Daí, com a mão livre, é só levar a boquinha do seu bebê até o peito.

Outras dicas de amamentação

  • Amamentar bebê com refluxo: como eu mencionei, o Liam sofre de refluxo fisiológico. Se é o caso do seu bebê também, essas dicas podem ajudar: colocar um paninho enrolado embaixo do colchão dele, para que ele fique deitado num ângulo de 45ºC; ficar mais em pé e andar com ele pela casa depois de mamar; fazer a lavagem do nariz (porque quando o bebê não consegue respirar direito, ele também não consegue mamar).
  • Rosquinha de amamentação: muitas vezes, a gente não consegue nem secar o peito com a toalha ou mesmo usar sutiã, de tão dolorido que ele está. É importante deixar o peito respirar, evitar abafá-lo. Mas a rosquinha de amamentação ajuda muito a evitar o atrito e pode salvar o seu peito, rs! No vídeo, eu mostro como fazer essa rosquinha com um paninho de boca, é bem simples. 

A amamentação não é só um momento de nutrição, mas também de conexão e de fortalecer os laços afetivos com o bebê. O Kinedu tem várias ideias de coisas que você pode fazer nesses momentos, e vale muuuito a pena baixar o aplicativo e dar uma olhada nos artigos e atividades!

como amamentar bebê

Baixe GRÁTIS o Kinedu e acesse +2.200 atividades em vídeo e artigos de desenvolvimento infantil!

O Kinedu sempre me ajudou a ter mais tranquilidade no maternar, já que o app foi criado por especialistas em desenvolvimento infantil e tem dicas cientificamente embasadas. Vale muito a pena, mamãe – não deixe de baixar o app!

VOCÊ TAMBÉM PODE SE INTERESSAR POR:

Rotina com recém-nascido: primeiros dias do bebê

3 práticas incríveis para a hora da amamentação

O app que os pediatras recomendam

Você tem ou teve alguma dificuldade para amamentar? Tem outras dicas de amamentação que eu não mencionei aqui? Deixa nos comentários, sua dica pode ajudar outras mamães!

Beijos com amor,

Ju e Kinedu

publicidade