Ansiedade de Separação: Brincadeiras que ajudam o seu bebê nesta fase!

23/08

publicidade

As gerações vão mudando, mas tem uma brincadeira que não muda nunca… cadê? Achou! Você sabe a real importância de brincar de esconde-esconde com seu filho, desde bebezinho? Vou te mostrar nesse vídeo, em parceria com o aplicativo Kinedu, atividades simples que podem ajudar demais no desenvolvimento dele, especialmente durante a fase de ansiedade da separação!

Às vezes só de se deparar com a palavra ansiedade, já palpita o coração, né? E na maternidade um período bem delicado, para os pais e os bebês é a ansiedade da separação. Os primeiros sinais costumam vir entre 5 e 8 meses, podendo se intensificar quando eles atingem 1 ano ou iniciam o período escolar. Nesse processo, as despedidas e momentos de ausência, principalmente da mãe, podem deixar os bebês mais inseguros, chorosos, confusos. Reparei que até os 5, 6 meses, Anne Liv quando derrubava algo, não percebia ou sentia falta daquilo. O fato de o bebê não ter senso de permanência do objeto, faz ele sentir ansiedade ou a falta dele.

Aos poucos, com as atividades que o Kinedu me sugere, baseadas no momento atual e no desenvolvimento da Anne Liv, fomos trabalhando esse marco tão importante que é a permanência do objeto. Com isso ela passa a entender que, mesmo que algo fique fora do campo de visão dela, isso continua existindo. Isso funciona também quando a gente, mãe, pai, madrinha, avó, sai do ambiente ou vai embora. O bebê passa a se sentir mais seguro, reduzindo a ansiedade da separação, quando entende que você continua existindo quando some de vista e que uma hora vai voltar.

Aí que entra o esconde-esconde, é uma forma muito muito simples de estimular o senso de permanência do objeto, uma característica de desenvolvimento socioafetivo muito importante. E o esconde-esconde pode ir ficando cada vez mais divertido e lúdico, você vai ver que o bebê passa a entender a brincadeira e com o tempo cai na risada. Só que muito além de ser um momento divertido, é também uma forma de você o ajudar a fazer conexões cerebrais que valem muito ao seu desenvolvimento e o ajudarão no futuro a lidar melhor com a ansiedade da separação.

Além do esconde-esconde básico, quando a gente tampa os olhos, fazendo o famoso ‘cadê?…. achou!’, existem outras formas de brincar com seu bebê para trabalhar esse lado do desenvolvimento. A propósito, antes de usar o Kinedu, eu fazia intuitivamente o ‘cadê?… achou!’ e quando ela era muito pequena não tinha nenhuma reação rsrs… depois eu entendi que aos poucos ela passaria a entender e reagir. A partir dos 6 meses ela foi interagindo cada vez mais e se divertindo muito!

Bora então aos outros exemplos: usar algo que possa cobrir um objeto chamativo, perguntando para o bebê, cadê? e dando o tempo de ele procurar, ficar curioso ou até conseguir pegar o objeto escondido. Aí as brincadeiras podem ir ficando mais desafiadoras conforme o desenvolvimento do seu filho, você pode esconder objetos em caixas ou sacolas, estimulando que ele procure, até encontrar.

Essas e tantas outras ideias você encontra no Kinedu, um dos melhores aplicativos para o desenvolvimento dos bebês, que agora está disponível aqui no Brasil, com conteúdo em português! Tem um vídeo contando como usar o app e como ele funciona, se quiser saber mais, basta clicar no link abaixo!

Conheça e Baixe o Kinedu aqui → https://smart.link/5b7de46ddf356

Beijos com amor,

Ju e Liliu