Bebês doentes | Dicas para gripes e resfriados das crianças

05/03

Lidar com bebês doentes é muito desafiador. Ver um bebê doente chega a ser desesperador, e ver os dois filhos assim, coração apertado em dose dupla! Neste vídeo eu reuni dicas que me ajudam a cuidar das gripes e resfriados aqui em casa e espero que possam te ajudar daí!

Estamos com Liam e Liliu doentes em casa, por isso pensei em como compartilhar nossas experiências poderia ajudar vocês. Aqui eu listei todas as possibilidades, que dão certo tanto para crianças quanto para adultos.

Lavagem e aspiração nasal

A lavagem nasal sempre fez parte da minha vida, através do yoga e do ayurveda, eu aprendi o jala neti. Assim, eu minimizei bastante problemas alérgicos e respiratórios. Portanto, para as crianças é muito válido, principalmente quando já vão para a escola ou quando o nariz está congestionado. Pode ser feita com uma seringa, usando soro fisiológico, por exemplo, e ajuda a limpar as vias aéreas e aliviar os sintomas, para que o bebê respire livremente.

Ainda, gosto de combinar a lavagem nasal com a aspiração. Existem vários acessórios para isso, acredito que em qualquer farmácia você poderá encontrar um.

Atitude e proatividade

Aqui é outro ponto muito importante, que não é exatamente uma técnica ou meio de tratamento, mas faz toda a diferença. Quando perceber que o bebê está adoecendo, nariz congestionado e principalmente com tosse, é importante  investigar. Tudo isso porque, doenças respiratórias em bebês podem evoluir muito rápido, pois a imunidade ainda está se desenvolvendo. Portanto, mesmo que o bebê esteja com bom estado geral, de um dia para o outro pode piorar, sendo a proatividade muito importante para evitar que o quadro se agrave. Para evitar contratempos, já saiba onde levar a criança em casos de urgência, um local que tenha pronto atendimento pediátrico.

Tapotagem

Essa é uma dica que eu recebi de vocês e adorei. São manobras com as mãos, na região torácica, para mobilizar as secreções dos pulmões e ajudar a recuperação. O Liam, por exemplo, está fazendo fisioterapia respiratória, mas você pode encontrar vídeos e dicas na internet que certamente ajudarão.

Inalação

Aqui está um item que nunca tive e agora temos é o inalador. Quando o tempo muda de repente e a saúde da criança responde é bom fazer a inalação, mesmo nos bebês, para que se acostumem desde cedo. Fazemos com o soro fisiológico e acredito que, se for necessário, o médico poderá prescrever alguma medicação para colocar junto. É algo muito saudável e ajuda muito as crianças.

E se você não tem condições de adquirir um inalador agora, existem métodos de inalação “caseiros”, que ainda são utilizados atualmente. Se você usa ou conhece algum desses métodos, compartilhe com a gente nos comentários!

Chás medicinais

Para bebês menores de seis meses o único alimento recomendado é o leite materno. Além disso, algumas plantas medicinais, como o eucalipto, são muito fortes e podem prejudicar a saúde quando em doses desproporcionais. Assim, dar chás para bebês não é recomendado. Apenas depois de certa idade comece a dar chás, mas antes, converse com o pediatra, a Liliu, por exemplo, já tem três anos e adora tomar chá. Na dúvida, use os chás em inalações à vapor ou em banhos!

Óleos essenciais

Eu amo aromaterapia e usar óleos essenciais no banho quando os bebês estão doentes também é algo que eu gosto bastante. E para isso, o importante é investir num óleo de qualidade, que realmente tenha as propriedades terapêuticas, que se for somente a essência não tem. Você pode pingar uma gotinha na água da banheira ou até no piso do banheiro, se você usa o banho de chuveiro. E é só uma gotinha mesmo, porque estes óleos são bem concentrados.

Outra opção para usar os óleos essenciais é o umidificador de ambientes. Você pode usar o equipamento só com água, para umidificar o ambiente ou com as essências. Tem também pomadinhas para massagem, fitoterapia, homeopatia e muitos caminhos naturais, que precisam de acompanhamento profissional, pois as crianças carecem de ajustes nas doses.

Bolsas de ervas aquecidas

Bebês doentes com gripes e resfriados também podem sentir outros desconfortos. Quando o bebê tem desconforto gastrintestinal, eu aprendi a usar a bolsinha de ervas. Eu tenho uma da Caiuá Natural, que eu aqueço no micro-ondas e deixo na barriguinha do bebê. Além da função das ervas, tem também o calor para ajudar a aliviar o desconforto, e funciona muito.

Cebola 😨

Aqui um método alternativo que na hora do desespero nós acabamos recorrendo. Uma enfermeira recomendou colocar uma rodela de cebola no pezinho do bebê, com ajuda de um filme pvc por exemplo, para ajudar a aliviar a tosse e eu fiz isso com a Liliu. Já vi outras recomendações de cortar a cebola e deixar que o aroma se espalhe no ambiente também. Não sei quais as reais funções e se você conhece e tem algo a acrescentar sobre esse método, deixe nos comentários para nós!

Bom, eram essas as minhas dicas para ajudar com bebês doentes. Se você tiver alguma dica para ampliar nossa troca, por favor, deixa aqui nos comentários

Aqui estão outros posts que você pode gostar:

Itens não usados do enxoval do bebê

Mala da maternidade da segunda gravidez

Beijos,

Ju