BRINCADEIRAS PARA ESTIMULAR A FALA DO BEBÊ

30/01

Abi, ebi, bi… parecem tudo a mesma coisa, mas na verdade essas palavrinhas fazem parte do dia a dia da Anne Liv e do vocabulário em constante crescimento dela. Antes de ser mãe, eu sempre pensava que esse “dialeto” dos bebês só poderia ser compreendido pelos pais (rs!), mas, no começo, pode ser desafiador até pra gente! A cada dia, novas descobertas e aprendizados. Nesse vídeo, registramos os melhores momentos atuais da nossa pequena tagarela e como estamos ajudando com brincadeiras para estimular a fala do bebê! Me conta se você é mãe ou não aqui nos comentários, se tem um bebê falando por aí, qual é sua fase atual! 

Clique AQUI e baixe o Kinedu grátis para iPhone e Android!

Esse é mais um capítulo da nossa série sobre desenvolvimento dos bebês, em parceria com o aplicativo Kinedu. Por lá vocês encontram um catálogo bem extenso de atividades, inclusive na área linguística, que é nosso tema da vez. Se você ainda não conhece o app, tem link para baixar nesse post! Ele nos ajuda bastante no dia a dia, na criatividade sobre o que fazer como o bebê, como brincar, como entreter de forma educativa e lúdica! 

Vocabulário

A gente já fez um vídeo sobre as primeiras palavras da Anne Liv, quando ela começou a balbuciar e parece que foi ontem tudo isso. Em pouco tempo sentimos o quanto ela tem progredido, respeitamos o tempo dela, mas aqui em casa a gente gosta de poder apoiar cada fase com os estímulos mais adequados. E é impressionante como esses serzinhos são esponjas e absorvem aquilo que estamos fazendo, falando, nosso jeito de ser. Não é à toa que umas das expressões que ela mais falava no início é ‘ah tá’, quase um vício de linguagem que a gente tem aqui em casa. 

De lá pra cá mantivemos alguns exercícios diários que ajudam muito no desenvolvimento da fala, na compreensão de linguagem e até formação de repertório de palavras e vocabulário. Por exemplo, narrar o que está acontecendo durante uma troca de roupa, nomear as partes do corpo, explicar o que estamos fazendo. Ou em um passeio pela casa, ir nomeando os objetivos e ambientes, isso tudo pode ser tão simples e de grande ajuda para que os pequenos ampliem sua percepção de mundo. 

Dicas de brincadeiras para estimular a fala do bebê

Uma forma bem legal de trabalhar a fala pode ser ensinar o nome das pessoas que mais convivem com ela, os gatinhos por exemplo, ela aprendeu antes mesmo de outras pessoas, ela chama Pá quando aponta para a Paçoca e Pi quando se refere ao Pisco. Aponte para as pessoas e diga o nome, repita algumas vezes, lembre de elogiar os esforços do bebê, de dar aquele apoio afetivo e de acolhimento, aplaudindo e comemorando aquilo que está sendo aprendido. 

Agora nosso desafio mesmo está em ensinar o sim. Tem uma atividade bem específica pra isso no Kinedu, que na verdade é para que a gente possa ensinar os conceitos de Sim e Não. O não ela aprendeu rapidinho, eles acabam ouvindo tantos não, mesmo a gente buscando praticar uma comunicação positiva que consiste em substituir os não por frases no positivo, ainda assim o não se ficou muito mais rápido. Por exemplo, ao invés de dizer Anne Liv não coloque o sapato na boca, eu poderia dizer Anne Liv o sapato é feito para colocar no pé. Onde colocamos o sapato? Aqui no pé, ok?! E a pituca aqui segue falando não, não, não… às vezes é engraçado, temos que respirar fundo pra não rir dessas situações porque podemos acabar reforçando o comportamento rs. Alguém mais tá passando por isso? 

Entre outras palavras, aqui temos auá para água, papá para a comida, abi para abrir, ebi para ervilha, bi para subir em algum lugar, mão e não que ela já fala bem… bobó para vovó, papai e mamãe, bóa para bola, nenê para um bebê ou qualquer criança que ela veja. Pé, be para cabelo ou cabeça, pá para sapato. E a cada dia vamos ampliando o vocabulário do dialeto da Anne Liv. Ah e uma dica válida é repetir uma palavra corretamente quando o bebê fala do jeitinho dele. Então se ela chama a bobó, eu digo isso filha, é a vovó! Ou pá de paçoca, eu complemento dizendo Paçoca, isso mesmo! 

Falar gesticulando bem, pausadamente, até um pouco caricata sabe?! Isso tudo ajuda bastante para que os pequenos compreendam a movimentação da boca, da língua. Lembrando de tomar cuidado com a exposição excessiva às telas, vídeos, smartphone, desenhos… isso pode prejudicar ou atrasar o aprendizado da fala em até 50%. Tem vídeo sobre isso aqui também! 

Gostaram das dicas de brincadeiras para estimular a fala do bebê? Me conta se vocês conseguem trocar uma boa ideia com os bebês, ou se ficam a ver navios quando eles começam a falar?! Imagino que a mãe tenha uma super capacidade de entender seu próprio filho, mas quando é outra criança, eu mesma fico tentando desvendar as palavrinhas! 

Clique AQUI e baixe o Kinedu grátis para iPhone e Android!

Veja posts que você pode gostar:

Como estimular o bebê a falar

Atividades para estimular o bebê a andar

Acabei de ter um bebê, e agora?

Beijos com amor,

Ju e Anne Liv

publicidade