Brincar: verbo imperativo para uma infância feliz!

117
07/09

por Escola Pecompê

Escola, balé, natação, inglês, judô, futsal… Ufa! Hoje em dia, as crianças têm mais compromissos que muitos adultos, com uma rotina de horários apertados em nome do aprendizado e conhecimento.

Nesse ritmo, entre uma aula extra e um lanche rápido no carro, não sobra tempo para uma parte fundamental da infância: brincar. Aquele brincar do qual nos lembramos com saudosismo… espalhar bonecos pelo chão, desenhar em várias folhas, correr livremente ou ensaiar as primeiras pedaladas.

Para Andrea Yamazawa, psicóloga clínica e escolar, as crianças estão se acostumando a serem hiperestimuladas, deixando de lado a brincadeira. “O tempo todo no computador, no celular, no tablet … Estão sempre fazendo alguma coisa. De alguma forma, isso reflete muito da nossa rotina”, pondera ela, que integra a equipe da Escola Pecompê.

Ela ressalta que brincar é extremamente importante para a criança, por muitos motivos. “Elas elaboram uma série de questões delas, como a rotina, o dia a dia, os problemas. É a forma que elas têm de compreender o mundo”.

Sim, brincar é muito mais que apenas entretenimento para as crianças. É quando elas se desenvolvem, aprendem, experimentam o mundo, criam relações sociais e conquistam autonomia. “A criança precisa, sim, brincar. Seja de uma forma direcionada, de forma livre, com alguém propondo novas brincadeiras, experimentando materiais, como argila, areia, tinta. Tudo isso é muito interessante”.

Além de todos esses benefícios, o brincar contribui também para a aprendizagem da linguagem e desenvolve habilidades motoras. Se a brincadeira for em grupo, melhor ainda: a criança assimila princípios importantes como compartilhar, a cooperação, a liderança, a competição e a obediência às regras.

Se para os pais ocupar o dia das crianças com inúmeras tarefas parece ser fundamental, para as crianças, o não fazer nada também é importante. Desacelerar para curtir a infância e suas fases. “Não fazer nada também é muito bom, de vez em quando. Ficar sentado, ver televisão, conversar, dormir na hora que quiser, sem ter uma rotina. É muito gostoso”, comenta Andrea.

Falta criatividade para brincar com os pequenos? Separamos algumas dicas de brincadeiras para se fazer em casa. Aproveite:

– Pinball de papelão: separe a tampa de uma caixa grande de papelão e rolinhos de papel higiênico. Peça para a criança pintar cada rolinho, de cores diferentes. Cole os rolinhos deitados na parte de dentro da tampa, em posições diferentes. Aí é só colocar uma bolinha para percorrer por dentro dos rolinhos, de acordo com a movimentação da tampa.

– Aprendendo os números: você vai precisar de pregadores de roupa, que podem ser coloridos ou de madeiras. Se optar pelos de madeira, deixe a criança pintá-los de cores diferentes, para ficar mais atrativo. Depois, recorte 10 círculos grandes de papel branco, colando-os em uma cartolina ou papelão, e recortando-os no mesmo formato, apenas para deixar os círculos mais firmes. Escreva um número de 1 a 10 em cada círculo. Coloque os pregadores em um pote e distribua os círculos dos números na mesa ou no chão. A criança vai grudar no círculo a quantidade de pregadores correspondente ao número. Dá até para brincar de fazer contas simples, se o pequeno já estiver nessa fase na escola.

– Pintura com textura: pegue esponjas de cozinha, corte-as em quatro e reserve-as. Separe folhas – pode ser folha já usada de um lado – ou caixas de papelão. Coloque tinta em pratinhos descartáveis de plásticos. A criança vai molhar a esponja na tinta e carimbar o papel, usando a criatividade para combinar novas cores e criar novas formas. Se preferir, incremente a brincadeira com telas de pintura, para estimular seu pequeno artista e guardar sua arte. Vai ser demais!

A Escola Pecompê de Educação Infantil funciona há 18 anos em Santos, sob o comando das irmãs pedagogas Paula e Patricia Barbato. Adota o sistema de ensino Dom Bosco by Pearson e prioriza o aprendizado com recursos lúdicos, a alimentação saudável e educação aliada aos valores. Recebe bebês a partir de 4 meses e crianças até 5 anos.

Funciona na Rua Álvaro Alvim, 98, Embaré

Informações: 3273-2223

www.facebook.com/escolapecompe