Como Lidar com PESSOAS TÓXICAS | Domingo Zen

1027
05/02

Como lidar com pessoas toxicas? Como conviver em ambientes delicados sem se deixar intoxicar? Essa é nossa reflexão da vez, mais um Domingo Zen para vocês. Compartilhe com quem você gosta, com quem precisa dessa força e dessa mensagem!

Antes de a gente sair apontando para pessoas e situações toxicas, vamos fazer uma auto observação?! Afinal também temos nossos altos e baixos e por vezes somos as pessoas reclamos dos ambientes, sem perceber. Uma forma bem fácil de entender isso, caso você use os ‘emojis’ e carinhas nas suas mensagens de texto, dar uma olhadinha quais são as mais usadas. Elas dizem muito sobre você e seus comportamentos e emoções atuais.

Pare e pense sobre seus convívios, geralmente onde estão as pessoas tóxicas, de que forma essas situações acontecem e a maneira como você se sente. Num diálogo a gente tem muitas formas de se posicionar, só que algumas vezes por preguiça, conveniência ou para não piorar a situação, acabamos acatando os reclames alheios. Uma forma de acabar entrando na vibe alheia é concordar, mesmo quando isso é só aquela balançadinha com a cabeça. Nosso cérebro acredita no que pensamos, então o primeiro passo para não se intoxicar é não concordar, nem assentir com cabeça. E mesmo que você concorde, alimentar reclames e insatisfações repetidamente não atrai muitas coisas boas para nossa vida.

Então devo discordar? Também não… e não é ser blasé ou não ter opinião. É uma questão de não prolongar esses momentos que não são construtivos. Caso queira discordar, apenas exponha seu ponto de vista com compaixão, com paciência. O que costumo aplicar na minha vida nessas horas, me baseando no que estudei sobre coaching e programação neurolinguística, é um grande dose de compreensão de que cada um faz o melhor que pode, como pode, como sabe fazer naquele momento. A partir daí, vale a gente ajudar essa pessoa, acredito que nosso papel é fazer das convivências, trocas que tenham um aprendizado. Sempre tem. Como ajudar? Fazendo as pessoas refletirem. A reflexão gera no nosso sistema o resgate de insights, de respostas e de estalos que nos fazem voltar ao nosso centro.

Fazer o outro refletir pode ser um caminho muito importante para a vida dele e isso faz bem para sua vida também, porque você quebrou um padrão, você se colocou como alguém que pode ajudar. Uma forma de fazer isso é perguntar. Desde quanto você se sente assim? O que te leva a sentir ou dizer isso? Já pensou em alguma forma de melhorar esse cenário? O que você pode fazer para se sentir melhor? Por aí vai… não invadimos o espaço, nem as crenças da pessoa. Damos a ela a possibilidade de se auto perceber. Damos com isso a chance de recomeçar. Mas cada um tem seu tempo, tem seus motivos, coisas que não cabe a nós decidir ou mesmo saber.

VEJA O VÍDEO COMPLETO

Quando mais compaixão a gente tem, mais eu percebo que os caminhos mudam para melhor. Os nossos e os de quem nos cerca. Entendo que diariamente temos inúmeros desafios, especialmente nas nossas convivências, mas o melhor que fazemos é encarar os desafios como chances de aprendizado e fortalecimento. Nessa caso estamos fazendo isso por nós e pelo outro também, caso ele já esteja pronto para se perceber e disposto a mudar um padrão negativo. Mesmo que isso não aconteça com a pessoa tóxica, sabemos que fizemos nossa parte e desejamos o melhor ao outro, sem julgar, sem condenar. Afinal, quem gosta de ser julgado e condenado? Então que a gente não direcione esses sentimentos ao outro. É cíclico, olhamos para nós, olhamos para o outro, compreensão e respeito são importantes no dia a dia, mesmo quando parece difícil, mas é um exercício cheio de aprendizados.

E você como reage a essas situações? Como gostaria de reagir? Conta pra mim =)

Deixa nos comentários qual tema você gostaria de ver aqui no Domingo Zen!

Já Baixou o Zen App?

Se você ainda não conhece o meu app Zen, baixe gratuitamente para iPhone e Android! Conheça as trilhas relaxantes, as reflexões diárias, o calendário de humor e também os planos de assinatura das meditações guiadas, afinal a meditação é uma ferramenta poderosa de autoconhecimento, cura e equilíbrio, Se você também deseja isso para a sua vida, agora ficou mais fácil =)

VEJA POSTS QUE VOCÊ PODE GOSTAR

O que é Chegar no Topo? Domingo Zen

Como ter mais Equilíbrio Emocional?

Beijos com amor,

Ju