5 componentes tóxicos em maquiagens e cosméticos

03/04

Você tem hábito de ler os rótulos de cosméticos e maquiagem quando compra algo novo? Esse costume pode te ajudar bastante. Saber o que você está passando na pele pode evitar diversas alergias, irritações, e até doenças. Para te ajudar, separei os cinco principais componentes tóxicos em maquiagens que você precisa conhecer com urgência:

Parabenos

Os parabenos são uns dos vilões do universo de componentes tóxicos em maquiagens. Eles são conservantes facilmente encontrados em produtos farmacêuticos, cosméticos e até em alimentos.

As empresas de cosméticos costumam dar preferência a esse componente, pois eles atuam como conservantes, prolongam o prazo de validade e inibem o crescimento bacteriano. Além disso, essa substância possui um preço acessível, o que chama atenção das empresas.

Além de maquiagens, eles são encontrados com facilidade em desodorantes, hidratantes, esmaltes, óleos, produtos para o cabelo, e muito mais.

Dentre os principais perigos desta substância você encontra: reações alérgicas, envelhecimento precoce, alterações hormonais, suspeitas de incidências de câncer de mama, de testículo e de próstata, ansiedade e retenção de líquidos.

Componentes como os parabenos passam longe de quem busca uma rotina de cuidados e beleza não tóxica. Devemos principalmente evitar utilizar em bebês e crianças. Nessa fase de desenvolvimento, os parabenos podem afetar os hormônios,causar alergias,irritações cutâneas e desregulação endócrina.

Você pode encontrar os parabenos como: metilparabeno, propilparabeno, etilparabeno e butilparabeno.

Ftalatos

Outra substância que ganha espaço entre os alguns dos principais componentes tóxicos em maquiagem são os ftalatos. Eles são, na verdade, um conjunto de substâncias capaz de transformar plásticos rígidos em plásticos maleáveis.

As empresas de cosméticos escolhem pelos ftalatos por darem brilho e fixarem as cores em esmalte, e por ajudarem na fixação dos perfumes, por exemplo. Porém não são apenas nesses produtos.

Você também encontra a substância em desodorantes, hidratantes, sprays, xampus e condicionadores. Tanto em produtos para adultos quanto para bebês. E até em embalagens para alimentos e copos plásticos.

Nós estamos expostos aos perigos dos ftalatos por via oral, ao respirar o ar com ftalatos e em contato com a nossa pele.

Dentre os principais perigos dos ftalatos estão: surgimento de câncer de mama, desregulação hormonal, defeitos congênitos, câncer de fígado e rins, e diminuição do número de espermatozóides nos homens, causando problemas de fertilidade. Estudos da Harvard também apontaram riscos de diabetes gestacional e aborto.

Você pode encontrar os ftalados como: butila, benzila, dibutila, diciclohexila, dietila, diisodecila, di-2-etilexila e dioctila, phthalates, dibutylphthalate (DBP), dimethylphthalate (DMP), diethylphthalate (DEP).

Formaldeídos

O formaldeído é outra substância utilizada para conservar os produtos. Ele é feito a partir do metanol, um álcool muito tóxico à nossa saúde.

Em temperatura ambiente, os formaldeídos foram um gás incolor que é originado naturalmente no ambiente por meio de processos de combustão, como os incêndios naturais, por exemplo.

Quando se trata de cosméticos, os formaldeídos são facilmente encontrados em esmaltes e produtos para unha, cola para cílios, cremes e outros produtos para alisamento capilar, sabonetes e aerossóis. E assim como os componentes tóxicos citados acima, ele também está presente em produtos adultos e infantis.

Dentre os principais problemas que envolvem os formaldeídos estão câncer de nasofaringe, leucemia e problemas respiratórios. Em altas dosagens, como as encontradas no cigarro, pode causar falta de ar, salivação excessiva, espasmos musculares involuntários, danos à córnea, coma e morte.

Você pode encontrar os formaldeídos como: formal, formalina, metil aldeído, metileno glicol, óxido de metileno, metanal, morbicida, BFV, formalite, aldeído fórmico, Yde, Ivalon, Karsan, Lysoform, oxometano e oximetileno.

Triclosan

O Triclosan é uma substância encontrada em produtos de higiene, principalmente pela sua  função antibacteriana.

Dessa forma, é bem fácil encontrar esse componente tóxico em produtos de higiene, como sabonetes corporais, sabonetes íntimos e cremes dentais.

A Universidade da Califórnia fez algumas pesquisase constatou que, dentre os principais perigos desta substância estão aparecimento de doenças hepáticas, como cirrose e tumores.

Alguns Ministérios Público Federal já entenderam o perigo dessa substância e estão pedindo para seja proibida. Até o momento, a Anvisa segue parâmetros adotados nos Estados Unidos e na Europa. Assim, foi determinado um limite de segurança de 0,3% para a concentração da substância em produtos destinados ao uso e consumo humanos.

Você pode encontrar o Triclosan com esse mesmo nome.

Propilenoglicol

A substância Propilenoglicol é uma álcool presente em hidratantes, protetores solares, produtos para cuidados com a pele, maquiagens e produtos para o cabelo.

Dentre os principais perigos que esse componente oferece temos irritação da pele e reações alérgicas,  problemas nos rins, fígado e problemas cardíacos e respiratórios. A Universidade de Connecticut fez um estudo que avaliou o tratamento da toxicidade do propilenoglicol e também observou que pode ser perigoso para aqueles com problemas hepáticos.

Além disso, uma das coisas mais preocupantes com essa substância é que o propilenoglicol fornece uma passagem livre na corrente sanguínea para outros produtos químicos. Ele consegue aumentar a propensão da sua pele para absorver o que entrar em contato com ela.

Quando pensamos na quantidade de componentes tóxicos em maquiagens e cosméticos, o uso do propilenoglicol facilitando a entrada dessas substâncias na nossa corrente sanguínea se torna mais assustador.

Você pode encontrar como: propilenoglicol, 1,2-propanodiol, 1,2-di-hidroxipropano ou Trimetil glicol.

Para evitar o uso desses componentes tóxicos em maquiagens e cosméticos, leia sempre o rótulo dos produtos, pesquise bastante e dê preferência por produtos orgânicos, naturais e veganos. Isso também é mais seguro e sustentável quando se fala do impacto ambiental, uma beleza consciente ajuda não só na sua saúde, como também na saúde do nosso planeta.


Escrito por Larissa Chinaglia
Toda quarta-feira um texto novo sobre veganismo, beleza e cuidados naturais.