DESMAME GENTIL: COMO E QUANDO FAZER

30/08

Desmame é uma das palavras mais comentadas atualmente nos meus grupos de mães. A minha filha está com 1 ano e 8 meses, nós estamos começando a fazer o desmame gentil, e sei que muitas mamães com filhos nessa faixa etária também estão passando por essa experiência. 

O desmame pode acontecer por vários motivos: por vontade, por necessidade, pelas circunstâncias do seu momento atual… E junto do aplicativo de desenvolvimento para bebês Kinedu eu gravei esse vídeo para dar algumas dicas que podem te ajudar quando esse momento do desmame chegar. 

Clique AQUI e baixe o Kinedu com 7 dias de teste grátis!

O Kinedu me ajuda desde que a Anne Liv estava na minha barriga, o intuito do app é levar atividades e brincadeiras que vão ajudar no desenvolvimento dos nossos filhos até os quatro anos, e também deixar as mamães e a família por dentro dos assuntos da maternidade e da saúde com conteúdo de muita qualidade.

Quando o desmame deve acontecer?

Não tem uma idade certa, para cada bebê e mamãe vai acontecer de um jeito, mas a gente sabe que que é indicado pela Organização Mundial de Saúde que o bebê consuma o leite materno até os dois anos de idade. Quando o aleitamento materno é extendido até essa idade pode proporcionar inúmeros benefícios para a saúde da criança. 

Mas, a gente sabe que nem sempre isso é possível, tem casos em que a mãe não consegue amamentar, então um pediatra que acompanha a família pode ajudar com o desmame gentil e orientar da melhor forma. Tem uma frase que fala que o melhor desmame é quando os dois estão prontos, eu acredito muito nela. Nem sempre a mãe e o filho vão estar prontos para o desmame, mas temos como preparar esse território para que a experiencia seja mais leve. 

O bebê está pronto pro desmame?

Como será que faz para saber se o bebê está pronto para o desmame? Depois que o bebê completa um ano de idade ele pode começar a se interessar por outras coisas, pode ser que ele não mame mais com a mesma freqüência, porque vai ter passado a fase da introdução alimentar. Aqui em casa eu senti que a Anne Liv foi diminuindo as mamadas ao longo do dia e à noite também, entrar na escolinha ajudou a espaçar mais as mamadas também. 

Eu sentia que às vezes ela corria pro peito mais por conta de consolo, sabe? Então quando ela ficou maior e passou a entender que o peito não é a única forma de consolo, ela foi cada vez menos pedindo para mamar. 

A gente sabe que a amamentação é super importante, mas às vezes a mãe está no limite, não está conseguindo mais amamentar, então chega o momento de espaçar ou de parar. Existe muita culpa e cobrança em cima da amamentação, mas a melhor pessoa para saber o seu limite e a hora certa, é você, é a mãe. 

Eu vou contar como a gente tem feito aqui em casa: aos poucos estou diminuindo as mamadas, deixando mais para o momento da noite e logo pela manhã. Então, durante o dia quando ela pede pra mamar, principalmente depois de comer, eu sei que não é fome, pode ser acalento, então eu ofereço alguma outra coisa pra ela brincar ou fazer, desviando assim a atenção dela. Claro que se ela fica ali insistindo, chorando e tudo mais, eu acabo abrindo exceção, mas tem acontecido cada vez menos isso. A ideia não é deixar o bebê irritado ou desconfortável com a situação, né? 

Negar logo de cara o peito pode ser pior ainda, porque acaba despertando o sentimento de rejeição, então desviar o foco está me ajudando por aqui. A gente conversa muito com a Anne Liv aqui, eu explico tudo, então eu sinto que ela compreende e torna algumas experiencias mais fáceis. Tornar essa fase mais positiva pode te ajudar por ai também, falar que a criança está crescendo, que está saudável e cada vez mais pode se alimentar sem precisar do leite, mas que a mãe e todo mundo está ali para dar colo, amor e acalento. 

Os papais e outras pessoas da sua rede de apoio podem ser muito importantes, principalmente no desmame noturno. Por aqui o Crica me ajudou bastante nos primeiros dias, quando ela chorava pedindo mama era ele que ia até o quarto, ficava com ela até ela dormir novamente. São varias linhas de fazer o desmame, então no Kinedu tem várias atividades e artigos para te dar suporte nessa fase, mas também vale conversar com o pediatra que te acompanha.

Atividades para ajudar no desmame gentil

No vídeo nós selecionamos três atividades que podem te ajudar na fase do desmame:

Como introduzir alimentos sólidos

Para a fase da introdução alimentar me ajudou muito, além de várias receitinhas fáceis de fazer. 

Como descongelar leite materno

É uma atividade para as mães que estão voltando a trabalhar ou precisam se ausentar, então tem boas dicas para ajudar a oferecer o leite materno no copo ou onde você achar melhor.

Desmame

Essa atividade fala sobre incluir um parceiro ou alguém que possa te ajudar nesse processo de transição. 

O Kinedu é um app gratuito, mas também tem a versão paga que é a que eu uso e indico! É um conteúdo que vai te ajudar por muito tempo, um repertório que vai além de atividades e brincadeiras. São 7 dias de teste grátis para você conhecer um pouquinho dessas ferramentas. 

Clique AQUI e baixe o Kinedu com 7 dias de teste grátis!

Agora que você já sabe mais sobre desmame gentil, me conta nos comentários como foi ou está sendo essa fase pra você, essa troca de experiencias que rola por aqui é muito gratificante e rica de aprendizados. 

Beijos com amor, 

Ju e Kinedu

publicidade