DIÁRIO PÓS-PARTO | CESÁREA X PARTO NORMAL

03/11

Quer saber quais as principais diferenças entre o pós-parto da minha cesárea X parto normal natural? Nesse vídeo eu falei sobre as mudanças no corpo, emoções, resguardo e muito mais!

Liam está com quase um mês e começamos uma série de vídeos e posts sobre o pós-parto. Inicialmente, vou contar detalhes da minha experiência e perspectiva sobre o pós-parto normal em comparação com a cesárea.

Anne Liv está com quase três anos e a minha experiência com a chegada dela foi uma emocionante cesárea de emergência. Já a chegada do Liam, foi um emocionante parto natural e na água, do jeito que sempre sonhei.

Sinceramente, uma das minhas expectativas em relação ao parto natural era que fosse algo profundo e intenso, e sim, foi bastante. Mas vamos falar de como foi a recuperação.

Processo de recuperação – cesárea X parto normal

Pós-parto imediato

Eu esperava que fosse me recuperar como algo instantâneo, sabe aqueles relatos de mães que já saíram caminhando e deram banho no bebê e tudo mais? Comigo não foi bem assim. É claro que a recuperação pós-parto natural foi bem melhor e vamos falar das sensações que eu senti.

Logo depois que o Liam nasceu, eu lembro que fiquei tremendo por muito tempo, devido a questões hormonais. Mas na cesárea, eu também tremi bastante por conta da anestesia e realmente é algo muito desconfortável porque foge ao nosso controle.

Outro ponto interessante é que mesmo tendo a pressão mais baixa eu tive apenas um mal estar ao me levantar e tomar o meu primeiro banho, que aconteceu quase uma hora depois do parto.

Alta hospitalar

Na experiência da cesárea foram três dias de internação, devido às complicações e tudo que aconteceu. Dessa vez, como ele nasceu a noite nós ficamos duas noites para poder esperar até o dia seguinte para ter alta e não tive pressa para ir embora.

A parte mais chata

Eu senti bastante desconforto com os pontos que precisaram fazer devido a laceração. Achei bem chato a parte da higiene, já que depois de usar o banheiro é preciso lavar, não pode usar papel para evitar infecção ou algo do tipo.

Fazendo um comparativo entre os pontos de laceração e os pontos de cesárea, como foi uma cesárea de emergência acredito que sofri um pouco mais. Naquele contexto, lembro que fiquei muito debilitada, tinha dificuldades para coisas básicas como levantar e me deitar, mesmo depois de um tempo sentia incômodo com a sensação dos pontos.

O corpo

Eu pensava que a volta do corpo após o parto normal seria muito mais rápida. Só que não. Está exatamente igual. Mas quer saber de uma coisa, a gente às vezes fica muito sugestionada com essa questão de corpo e o que realmente importa é que eu estou bem, meu filho também, então precisamos descontruir esse foco na imagem e dar atenção ao que realmente importa.

Emocional

Pelo susto e gravidade que foi o parto da Liliu, eu fiquei muito abalada emocionalmente e com muito medo. Dessa vez, depois de um parto natural do jeito que eu sonhei, foi bem diferente. Senti uma energia diferente, uma certa potência, e isso impactou nos meus dias em casa, pois me senti mais disposta, foi infinitamente melhor dessa vez. No entanto, acredito que isso tem a ver com a minha realização mesmo, por ter conseguido viver essa experiência de modo pleno e seguro.

Lóquios

Lóquios são aqueles sangramentos pós-parto e nas duas experiências senti que foi tudo igual. Percebo um pouco de diferença porque o Liam mama mais, e quando o bebê mama o útero se contrai e acaba expulsando o sangue que ainda ficou, às vezes percebo uns picos com um maior volume de sangue, que logo passam. Na primeira experiência foi algo mais contínuo e menos prolongado.

Resguardo de cesárea X parto normal

Aqui falamos do período em que temos vários cuidados, mas principalmente, da abstinência de relação sexual. Lembro que após a cesárea foram 40 dias antes de voltar a ter relação e as primeiras experiências foram bem dolorosas e desconfortáveis. Dessa vez, foi um pouco diferente, não serão apenas 40 dias de abstinência, mas 60 dias, por conta dos pontos de laceração. A cicatrização está indo super bem, mas ainda preciso esperar um pouco mais e depois conto para vocês como foi.

Enfim, ainda temos muito para falar ainda sobre essas duas experiências e eu espero que vocês tenham gostado desse post. Compartilhem suas experiências nos comentários que eu adoro saber.

Aqui estão outros posts que vocês podem gostar:

Relato de parto da Anne Liv

Relato de parto normal após cesárea

Beijos,

Ju