E QUANDO O PLANO NÃO DÁ CERTO?

05/05

Vamos falar sobre objetivos não alcançados? Quero propor que você olhe para o fracasso de um jeito diferente!

Quando falamos de objetivos, muitas vezes não chegamos lá, né? Me conta nos comentários se você traçou alguma meta ou objetivo para esse ano! Me conta também, se você criou algum objetivo no passado e não conseguiu realizar. Quais foram os sentimentos que vieram à tona quando você não conseguiu realizar o que queria.

É fácil falar de tudo que deu certo, mas quantos objetivos nós tivemos e não aconteceram? Eu mesma vejo que na maternidade, eu queria ter feito muuuitas coisas e não foi possível. Pra mim, o que vem forte é o sentimento do fracasso, a incapacidade e também bagunça a minha autoestima. E é possível mudar o nosso olhar pra isso, enxergar que podemos agir e reagir de uma forma diferente. Quero trazer pra vocês além dessa reflexão, uma ferramenta que me ajuda muito a desconstruir esses sentimentos.

Eu vou dar um exemplo de uma meta financeira, então imagina que você quer economizar R$10.000, e depois de já economizar uma boa parte, algo acontece e você precisa usar esse dinheiro. Você fica chateado, se sente na estaca zero porque teve que dar um passo pra trás, mas olha até onde você chegou, você saiu do lugar, então precisamos lidar melhor com esse sentimento de fracasso, com essa desmotivação.

Uma primeira chavinha que podemos mudar, esse objetivo está relacionado a alguma área da sua vida, então não quer dizer que a sua vida seja um fracasso. Aquele objetivo de uma área da sua vida não saiu como você planejou, ai precisamos criar resiliência.

Quero apresentar pra vocês uma estrutura que a gente utiliza em coaching que me ajuda muito a lidar com esses momentos em que as coisas saíram do meu planeado. Vamos pensar que você está aqui e você quer chegar lá, no seu objetivo. Como você vai fazer para chegar lá Vamos falar sobre metas de jornada, que é muito importante para que você saia do lugar dentro do seu possível, que você saiba que você já está chegando lá.

Você pode ter várias metas de jornada, então você sabe que tem metas e metas para chegar até o objetivo final.  Utilize a sua meta de jornada para o que quer que seja, porque talvez com o primeiro passo dê certo, o segundo também, mas no terceiro as coisas podem desandar, mas você já alcançou

Recalcula a rota, você queria juntar aquele dinheiro, teve uma emergência, olha para o que você já fez, você não volta para a estaca zero. Você deu primeiros passos e saiu do lugar, se precisar de começar você entender que você fez o seu possível, então tem que ter coragem e recomeçar. A meta de jornada me tira do lugar, me ajuda a ter jogo de cintura para mudar os planos.

Ainda usando aquele exemplo do dinheiro, vai que você não conseguiu em 10 meses economizar aquele valor total, você pode jogar o prazo mais pra frente. Você não parou, não deixou de se movimentar!

Muitas vezes não vamos chegar lá, mas fizemos alguma coisa! Dê os seus passos possíveis hoje, amanhã ou quando você conseguir, você dá mais passos! E vamos tentar respeitar que as vezes quem dita o ritmo não somos nós.

Estamos todos aprendendo juntos, mais um vídeo da série assinada pelo meu aplicativo Zen, onde trazemos uma extensão de todo conteúdo do app que pode te ajudar nesse caminho do autoconhecimento. Esperamos te ajudar a ter capacidade de criar e gerar felicidade, equilíbrio, autocontrole e saúde emocional.

O meu app Zen está em mais de 150 países, temos conteúdos como meditações guiadas, trilhas de relaxamento entre outros programas que vão ter ajudar nessa caminhada. Toda semana nossa equipe lança conteúdo pra vocês, meditações guiadas, ferramentas para seu desenvolvimento, programas para insônia e ansiedade, em inglês português e espanhol. Te espero por lá, se você ainda não conhece o Zen, tem link aqui para baixar. Se você já conhece, deixa nos comentários o que você mais gosta e o que deseja ver por lá.