Faça Jus ao que te faz Feliz

22/09
A gente vai chegando aos 30 e o clichê do ‘passa tão rápido’ fica cada vez mais presente. Esse post eu dedico à maior parte das minhas seguidoras, que tem 20 e poucos anos ou menos. Dedico inclusive para você que está chegando lá como eu e para você que já passou dessa fase. Afinal, é sempre tempo de repensar nossa vida.


 
Os anos passam, acumulamos números na idade, tarefas na agenda e responsabilidades no cotidiano. Acumulamos preocupação demais e diversão de menos. O tempo vai ficando curto e nas horas vagas a gente deixa de curtir o mundo lá fora porque estamos cansadas ou porque é mais cômodo se distrair com o smartphone ali no sofá.
 

"Somos livres para ir e vir, fazer escolhas e no entanto assumimos um jeito mecânico de viver, onde as cobranças muitas vezes sobressaem às coisas leves da vida, que são simples e nem custam caro".
 
Parece que nosso cérebro não desliga daquele probleminha, do que incomoda. Só que nem sempre nosso problema é tão grave. Somos nós os responsáveis por dar significado às emoções e seu problema é do tamanho o qual você decide enxergar.
 
Sim, está tudo na nossa cabeça. Seu sucesso, sua alegria, sua auto estima. Nos últimos anos passei a nutrir minha mente cada vez mais com bons pensamentos. A terapia ajudou muito, mas temos que fazer nossa parte no dia a dia. Além de pensamentos, nutrir o coração com bons sentimentos também é fundamental.
 
Em um mundo onde cada vez mais as doenças psicossomáticas vem à tona, vale repensar o que nós andamos fazendo com nossos pensamentos e com nossas emoções. Sim, somos humanos, racionais e, na maioria das vezes, emotivos. Não é fácil distinguir, na hora que a coisa aperta, o que se deve pensar ou sentir. Mas com o tempo e a inteligência emocional desenvolvida, os apertos não abalam tanto. Vamos ficando fortes e preparados.
 
Por isso eu tenho dito para mim mesma: ‘você não precisa saber o que fazer o tempo todo, mas faça o melhor que pode’. Vai lá e use seu tempo livre para fazer jus ao que te faz mais feliz. Se for cantar no chuveiro, o faça. Dance mais. Aprenda algo novo. Se permita com mais frequência. Se cobre menos. Valorize mais suas habilidades e qualidades.
 
Cada vez que você fizer o que te faz feliz, seus pensamentos e seus sentimentos elevam ao nível mais positivo e isso vai ser sua dose indispensável de felicidade, hoje e sempre. Quando estamos felizes a vida fica mais colorida, mais leve e os problemas parecem menores. Dê atenção ao que te faz bem e tenha jogo de cintura para lidar com todo o resto.
 
Não é tão difícil, mas como todo aprendizado, requer dedicação e prática. No fim das contas, quando você menos espera, já está lá sorrindo mais para a vida e, consequentemente, a vida vai sorrindo de volta. Feliz por você ter se permitido ser mais alguém mais feliz.
 
Beijos com amor,
 
Ju*