FRALDAS LAVÁVEIS | MINHA EXPERIÊNCIA 8 MESES DEPOIS

14/03

Será que nos adaptamos ao uso das fraldas laváveis? Depois de 8 meses usando, vou compartilhar com vocês a nossa experiência por aqui!

A Anne Liv está com um ano e três meses, eu comecei a usar as fraldas ecológicas quando ela tinha seis meses e vou falar sobre essa experiência com vocês! Eu falo sobre os motivos que me fizeram começar esse tipo de fralda, e posso falar pra vocês que eu comecei de coração aberto, sem saber de fato se eu me adaptaria ou não.  

Eu mostro pra vocês como eu monto a fralda, com uma película biodegradável que me ajuda na hora de jogar fora o cocozinho da Liliu! Depois de jogar fora essa película, todo o resto eu deixo de molho em um balde com água e eu coloco vinagre e um pouco de óleo de melaleuca, eles ajudam na limpeza, de matar as bactérias, para que elas não se proliferem. Normalmente eu lavo de 2 em 2 dias, ou quando o cheirinho começa a ficar mais forte, eu jogo a água fora e coloco elas na máquina.

Cada um vai ter a sua forma de fazer, mas cada vez eu senti que foi mais fácil, como tudo que vira rotina, né?

Assaduras

Sobre as assaduras, ela teve em épocas quando os dentinhos estavam nascendo, mas eu senti que com essas fraldas elas cicatrizavam mais rápido. Pode ser que o material mais natural ajude nesse ponto.

As películas biodegradáveis eu compro da Fraldas Di Pano, e elas são de bambu ou de milho. Eu não me adaptei tanto com a de bambu, ela é mais macia, mas quando tem muito xixi meio que ela sai do lugar e acaba vazando. A de milho é mais durinha, mas é suave, ficou mais presente no lugar.

Vazamentos

Da mesma forma que eu tive vazamentos com as fraldas descartáveis, também tive com as laváveis. E sim, eu ainda uso fraldas descartáveis, mas cada vez menos. A sustentabilidade é um tema importante para nós aqui em casa, nós tentamos ao máximo diminuir a produção de lixo, e as fraldas são mais um passo que estamos dando.

De coração aberto eu comento com vocês que em algumas fases eu acabei usando as fraldas descartáveis, principalmente em viagens, onde eu não teria uma máquina de lavar para me ajudar e uma estrutura para fazer todo o processo que fazemos em casa!

Na medida do possível, se você se importa com o impacto que você está causando no mundo, qualquer mudança já é alguma coisa, né? A gente se prende muito aquela ideia de ser politicamente sustentável e correto, mas temos que sentir com o coração a hora de dar mais um passo, de fazer mais uma mudança.

Durabilidade

Quanto tempo dura uma fralda ecológica? Depende do modelo da fralda, do dia da bebê, mas tem um modelo que eu uso que ela fica umas 4 horas com a fralda, praticamente o mesmo tempo que ela ficaria com o modelo descartável. Hoje em dia eu já sei mais ou menos como funciona o organismo dela, ela faz cocô quase sempre no mesmo horário pela manhã, e ela faz bastante xixi porque bebe bastante água.

No primeiro vídeo que eu fiz sobre esse assunto eu falei que não usaria durante a noite ainda, mas eu já usei algumas vezes e deu super certo! A fralda é a mesma, mas você usa três absorventes.

Ela acordou sequinha, não vazou, deu tudo certinho!

Saídas

O máximo que eu posso usar, eu estou usando! Quando ela acompanha a gente lá no escritório eu levo a ecológica com um saquinho impermeável onde eu guardo a fralda “suja”. E eu uso as fraldas descartáveis quando acho necessário sim.

O meu sonho é encontrar uma fralda descartável de material biodegradável, mas ainda não consegui. Usei as da Herbia, mas não achei que o custo benefício compensou, mas fico feliz por ter no Brasil uma alternativa.

Já me falaram sobre algumas marcas gringas, mas ainda não tive a oportunidade de testar. Se você conhece alguma marca nacional ou importada deixa nos comentários.

Odor

Elas não ficam com mancha e nem pegam cheiro com o passar do tempo! A forma como eu lavo por aqui pelo menos, está fluindo muito bem! Tento deixar tomando um solzinho de vez em quando, e nos momentos de pressa eu apelo para a secadora.

Aquele absorvente que eu uso por fora da fralda é escuro, então se ele fica manchadinho eu não vejo rsrs. Não sei se eles ficariam manchados se fossem mais clarinhos, se alguém souber me responder, deixa nos comentários.

Marcas e modelos

 As primeiras fraldas que eu comprei eram de fora do Brasil, foi através do Amazon, pois eles entregam aqui com algumas taxas! Nós temos no país algumas marcas que fabricam aqui, então se você valoriza esse tipo de trabalho e se prefere não comprar produtos que venham da China, vou deixar algumas marcas que conheci e testei.

Nós e o Davi

Gosto de um modelo da marca que é desde o bebê pequeno até uns 15kg se não me engano, e ele pode ser usado também para praia e piscina! Ai teria que tirar o forro, no site de cada marca deve ter todas as orientações.

O que eu sinto desse modelo, é que fica um vão nas perninhas, porque a Anne Liv é bem esbelta rsrs. Se ela for dormir e virar de lado, pode acontecer de vazar um pouco.

Bela Gil e Morada da Floresta

Esse modelo tem uma costura diferente, ela imita um pouco aquela barreira de proteção que as fraldas descartáveis apresentam. Eu não me adaptei tanto ao tecido, de todas ela é a que acaba tendo que trocar mais rápido.

Fraldas Dipano e Alva Baby

São as marcas que eu me adaptei melhor, elas seguram mais! A Alva Baby não é nacional, mas a Dipano é!

Fico feliz de ver o trabalho e empenho de todas essas marcas nacionais que eu conheço, e é muito bom ter versatilidade, já que cada pessoa vai se adaptar com um modelo específico. Me conta nos comentários se você também usa fralda lavável, qual seria a marca e compartilha um pouco da sua experiência comigo!

E, se você tentou usar e não se adaptou, conta pra gente também, quem sabe podemos nos ajudar com essa troca de experiência que rola por aqui.

Sem julgamento, com coração aberto! Fico feliz por saber que de certa forma eu consigo fazer algo que pode ajudar o mundo! Cada um usa o que for melhor e ponto, então não vamos julgar a experiência alheia! Vou usar até ela desfraldar rsrs! Se você sente um chamado para usar, vai e testa! Ah, e não desanima no começo não, porque as vezes precisamos de mais tempo para nos acostumar com algo novo.

Ah, sobre quantidade que vocês me perguntam sempre, eu não fiz o kit conforme as marcas sugerem, acho que tenho 8 ou 10 fraldas! Estou me virando muito bem com elas, mas caso ela use para dormir e várias vezes ao dia, talvez seja interessante ter umas 12 unidades.

Espero que vocês tenham gostado de conhecer a minha experiência. Deixa nos comentários que vídeos vocês querem ver por aqui.

VEJA POSTS QUE VOCÊ PODE GOSTAR

Testando fraldas ecológicas laváveis

Como estimular a fala do bebê

Beijos com amor,

Ju