Minhas Novas Tatuagens + Significados

10/02

Assim como momentos que marcam nossa vida, as tatuagens acompanham nossas fases e são uma forma de eternizar uma passagem, uma pessoa, um símbolo. Por aqui, novas tatuagens vieram para complementar as antigas e vou te contar mais sobre elas e seus significados.

Minha primeira tattoo foi aos 16 anos, uma estrelinha na lateral do calcanhar que fiz junto com minha mãe. Era minha época de estrelas, amava, tinha em todos os lugares e também sempre acreditei que meu amado pai virou uma estrela quando foi ‘morar no céu’. Depois de muitos anos, quase 10 anos, a palavra Wanderlust, que representa minha paixão por viagens. A palavra alemã, fala algo como o desejo de viajar, de explorar o mundo e o novo.

No vídeo eu conto mais sobre as antigas, o triângulo que faz um paralelo com o equilíbrio e tem escrito em volta os pilares importantes para mim: freedom, focus, faith. Ou seja, liberdade, foco e fé.

No braço, assinatura do meu tio, o artista plástico Eber de Gois. A mão de Fátima ou Hamsá, também fiz junto com minha mãe, simboliza proteção baseada no amor. Enquanto tivermos amor no coração, nas ações, pensamentos e palavras, estamos protegidos. No outro braço, coração, ancora, paz e amor. Geralmente me perguntam, a âncora para mim significa o porto seguro que é ter esperança a cada dia.

A nova geração de tatuagens vem a seguir! Os números no braço, representam altitudes que foram momentos de superação. De baixo para cima, a altitude do vulcão que escalei no Chile, foi muito desafiador! Depois a altitude do salto de paraquedas, também uma grande superação e o último número (por enquanto) foi a escalada de 4 dias do Mount Rinjani na Indonesia.

Abaixo do Wanderlust tem uma flecha, em partes a ver com direção, de seguir sempre em frente e também remete a ancestralidade. Na perna, abaixo e em cima do joelho tem os dizerem ‘be brave’ e ‘be kind’, durante a escalada do vulcão no Atacama meu joelho se esforçou bastante, inchou e doeu (costumo dizer que ele é sensível, para não dizer que tenho problema). Comecei a conversar com ele ao invés de me queixar, ele realmente fez o melhor que pode, dentro das possibilidades e isso me fez pensar muito sobre a importante de ter coragem, mas também de ser gentil. Respeitar nosso tempo, nosso passo, respeitar nossas limitações mas ter fé também. É uma reflexão que levo por toda a vida e se reforçou naquele momento.

Nas costas, abaixo do triângulo tem alguns símbolos do despertar, da conexão com a natureza e com minha essência. Um sol, uma lua, um olho desperto. E na sequência o mantra Prabhu App Jago, que é justamente sobre o despertar do Amor maior, que algumas pessoas traduzem para Deus, para mim Deus e Amor são o mesmo. Que desperte, que desperte em mim, que desperte em todos os lugares. Sobre seguir o caminho do coração, a elevação espiritual, essa conexão vertical com algo maior.

VEJA TODOS OS DETALHES NO VÍDEO

Espero que tenham gostado das boas novas de arte no corpo. Qual é sua preferida? Conta pra mim!

Estrela e Wanderlust por Medonho
Triângulo, Hamsá e assinatura por Tatiana Alves
Números, frases, seta e mantra por Ivy Gabrielli

VEJA POSTS QUE VOCÊ PODE GOSTAR

Como Lidar com Pessoas Tóxicas | Domingo Zen

Novidades Acumuladas + Desapegos

Beijos no coração,

Ju