Nutrição | Dieta Obstipante

22/05
por Dra. Ingrid Seiler Prior*

A Dieta Obstipante promove repouso do trato gastrintestinal e melhora a absorção dos alimentos. Ela também forma menor quantidade de fezes e as torna mais consistentes. Indicada em casos de diarréia.

Alimentos permitidos:

– Chás claros (erva-doce, camomila, hortelã) sem açúcar, sucos de frutas diluídos em água e coados (limão, caju, goiaba, maçã);
– Frutas cozidas ou assadas sem a casca (maçã, pêra) ou banana prata ou maçã;
– Legumes e tubérculos bem cozidos ou na forma de purê;
– Carnes magras, frango sem pele, filé de peixes cozidos ou assados;
– Bolachas cream cracker, maizena, ou torradas;
– Arroz bem cozido, macarrão sem molho, sopas de legumes, carnes magras ou canja;
– Gelatina.

Alimentos proibidos:

– Alimentos ricos em fibras (arroz integral, pão integral), cereais matinais (all bran, musli);
– Vegetais crus ou cozidos (alface, escarola, espinafre);
– Leguminosas (feijão, ervilha, lentilha, grão de bico);
– Frutas como laranja, mamão, abacate, uva, manga e seus sucos;
– Leite integral e derivados;
– Embutidos (salsicha, salame, presuntos) e enlatados (milho, picles, azeitona,cebolinha);
– Carnes gordas em geral;
– Massas recheadas e molhos;
– Maionese e condimentos;
– Doces concentrados (doce de leite, leite condensado, goiabada);
– Creme de leite, amendoim, chocolate.

Recomendações:

1. Ingerir bastante líquido (água e chá).
2. Substituir o açúcar por adoçante.
3. Comer pequenas quantidades de 2 em 2 horas.
4. Evitar o consumo de alimentos crus.
5. Usar pouco óleo nas refeições.
6. Alimentar-se em lugar tranqüilo, mastigando bem, evitando falar para não engolir ar e conseqüente desconforto intestinal.

*Artigo escrito pela colunista Dra. Ingrid Seiler Prior | Nutricionista especialista em Fisiologia do Exercício pela Universidade Gama Filho e em Obesidade e Emagrecimento pela Universidade Federal de São Paulo. Docente do curso técnico de Nutrição no Colégio Marquês de Olinda.

Foto: Reprodução