O PUERPÉRIO POR AQUI | Depressão, Culpa, Tristeza

19/01

Afinal, o que é o puerpério? Como eu estou lidando com essa fase tão delicada do pós parto? Gravamos mais um relato de coração aberto para vocês! Falamos sobre como o marido Crica tem ajudado e quais são as minhas dicas para quem está passando ou vai passar por esse mar de descargas hormonais e emoções.

Antes da Anne Liv nascer eu já falei em algumas oportunidades sobre esse tema com vocês. Eu também não sabia o que era o puerpério até engravidar. Algumas mamães seguidoras e amigas me questionaram se eu já estava me preparando, se eu sabia do que se tratava.

O puerpério é o período pós parto em que a mulher vive uma grande descarga hormonal, típica dessa fase. Isso pode intensificar algumas emoções, nos deixar extremamente sensíveis, com fluxos de tristeza, choros, momentos depressivos e de introspecção. Mas é normal, é natural. Porém, por falta de informação, vem a culpa por estar sentido tristeza, por sentir medo, por se sentir insegura, e não conseguir praticar a fundo a gratidão pela criança que está em nossos braços.

É um momento delicado e bem confuso para a maioria das mães. Mas sempre lembrando que cada mãe vive isso de forma particular e há quem não sinta as emoções indesejadas do puerpério. De qualquer maneira ele existe para todas, é um período de 6 a 8 semanas a partir do nascimento do bebê. Nessa fase pode haver o ‘baby blues’, como uma depressão pós parto, ou não. Muitas pessoas confundem puerpério com depressão. Mas são coisas diferentes, apesar de os sentimentos serem bem próximos.

VEJA O RELATO NO VÍDEO

É um tema pouco falado, realmente, vejo que hoje existe pouca informação sobre. Não é todo médico que te orienta, nem mesmo amigas próximas falam entre si. Existe um tabu… mais uma vez a culpa sendo protagonista e nos impedindo de nos abrir. Depois de mencionar em alguns vídeos esse assunto, recebi muitas mensagens de mamães que não sabiam da existência dessa fase. Muitas passaram por isso e não sabiam que tinha um termo para essa situação!

É fato que  os hormônios estão trabalhando de uma forma muito louca, outro dia uma mãe me escreveu que ela sentia como uma TPM piorada rsrs. Isso vai gerando muitas emoções dentro de nós, novos sentimentos, a gente começa a se ver de uma forma diferente, é um momento emocional muito complexo. Fora que por ser tudo muito novo, os sentimentos de insegurança e medo já se fazem presentes. Mesmo para quem já tem filho, cada bebê que vem ao mundo é uma nova empreitada!

Nesse relato eu busquei compartilhar com vocês um pouco da minha experiência nesse primeiro mês de vida da Anne Liv. Falamos sobre como a comunicação entre o casal foi importante para passarmos por essa fase de uma forma mais leve! Ainda estou vivendo tudo isso, mas confesso que no meu caso os primeiros 10 dias foram os mais desafiadores e delicados. Depois passei a me acolher mais, a deixar fluir e tudo foi melhorando.

Uma coisa que o Crica falou no vídeo é muito verdade, e pode ser uma dica para todo mundo, não só para as mamães! Precisamos nos conhecer melhor e não nos envolver com emoções negativas, isso me ajudou muito a passar por momentos como esse e até em outras situações da minha vida. Já faz algum tempo que eu trabalho essa questão dentro de mim. Vale se permitir entender melhor o que acontece com a gente em cada situação, como a gente lida com as novas emoções que acontecem na nossa mente, refletindo em nosso corpo, nas relações e na vida.

Acho que não tem muito como se preparar para o puerpério. Eu diria para ir de coração aberto, aceitando o que está por vir e lembrando de que vai passar! Já ouvi relato de mamães que não tiveram tantas emoções e fragilidades durante o puerpério, ou que foi tranquilo enfrentar esse turbilhão.

Espero que a minha experiência possa te ajudar de alguma forma, compartilha com as suas amigas gravidinhas, com as mamães e até com aquelas amigas que pensam em engravidar! Sempre que tiverem dicas de temas para os próximos vídeos, é só deixar nos comentários que eu adoro a forma como vocês interagem comigo!

VEJA VÍDEOS QUE VOCÊ PODE GOSTAR

Relato de Parto

Diário da Maternidade #1 | 15 Primeiros Dias

Mala de Maternidade | O que levar?
Um beijo com muito amor,

Ju, Crica e Anne Liv