PORTAS ABERTAS por Kaju

375
13/04

por Kalina Juzwiak

Tenho vivido um período de grandes mudanças, de escolhas e novos caminhos. Neste novo momento, novas oportunidades tem surgido, conexões e pessoas tem cruzado o meu caminho. Algumas pessoas são temporárias – passam, deixam um aprendizado, um insight – outras se tornam cada vez mais presentes e suas marcas mais permanentes.

A Ju é uma destas, que neste novo momento se faz cada vez mais presente na minha vida. Somos tão diferentes e ao mesmo tempo tão parecidas. Nos últimos anos nossas jornadas individuais se cruzaram pelos acasos da vida, nos aproximamos, nos admiramos e decidimos unir forças para criar e recriar novas realidades. Estamos as duas neste constante questionamento e busca pelo desenvolvimento pessoal – e por isso decidimos compartilhar ainda mais da nossa história, jornada e conhecimento. O ano passado todo somamos nossos olhares, e, enquanto criávamos um projeto lindo, passamos por grandes mudanças de vida – juntas e em paralelo também. Em breve, o resultado desta primeira soma se tornará um compilado de experiências e conhecimento, registrados em papel – o nosso livro. E, enquanto isso tudo vai sendo processado, o universo conspirou novamente e este ano não só moro na mesma cidade, como no mesmo prédio da Ju – e hoje, com um imenso sorriso, sinto que ganhei ainda mais uma casinha – para a qual ela abriu as portas. Estou mais perto dela e de você também. Estou aqui – neste mundo virtual – a partir de hoje, para compartilhar um pouco da minha jornada, da minha experiência e também das minhas áreas de estudo e conhecimento.

Sou a Kalina,

amiga da Ju,

artista,

empreendedora,

criativa…

mais conhecida como kaju.

E, para que você consiga se contextualizar um pouco mais nas minhas origens e porquês, gosto de compartilhar que nasci no Brasil, mas que também carrego as nacionalidades Suiça e Polonesa. Viví em meu país de origem durante grande parte da minha jornada, e foi aqui que escolhi a Arquitetura como um primeiro passo para o mundo profissional. Mas, após trabalhar em times nacionais e internacionais de concursos arquitetônicos, encontrei minha verdadeira paixão na união de referências multi-culturais, ferramentas criativas pessoais e projetos multidisciplinares. E por isso decidi também me formar em Design Gráfico, para adicionar ainda mais capacidades à minha caixa de ferramentas.

Embora esta caixinha esteja sempre se desenvolvendo e se tornando a soma de várias áreas de interesse, sempre existiu uma área em particular que me instigou e acompanhou. Desde criança a criatividade fez parte da minha vida. Mas, depois de percorrer diferentes caminhos, percebi que ela poderia se tornar o link entre todas as minhas áreas de interesse. Hoje, digo que faço arte e design com uma visão sistêmica. Sou uma criativa focada e produtiva, ao unir minha imaginação pró-ativa, à disciplina e determinação. Dizem por aí que o que realmente pode ser visto através de minhas criações, é o carisma de alguém buscando viver plenamente ao transformar o meu entorno, deixando um impacto positivo no mundo. E eles estão certos! Crio e me envolvo em projetos e composições que se tornam movimentos provocativos e de reflexão –  para mim e para àqueles à minha volta também. E assim a Ju abriu esta porta, que nos conecta mais do que nunca na vontade de estarmos presentes em cada momento, praticar o movimento de dentro para fora e estar ao lado daqueles que acreditam em viver seus verdadeiros potenciais, sem medo de errar e de se conectar.

Eu escolho, todos os dias, viver (d)a minha arte. E hoje, como parte deste movimento, deixo aqui um convite para você, amigo e amiga da Ju, se abrir para um novo olhar, novas palavras e experiências. Vou compartilhar um pouco sobre aquilo que faz parte da minha caixa de ferramentas e as áreas que busco desenvolver diariamente para tornar a criatividade uma das minhas maiores ferramentas – para resolver problemas e criar inovações.

Seja bem vinda e bem vindo à minha jornada individual e compartilhada.

———-

kaju, explica pra gente o que é visão sistêmica?

Pense na estrutura física da sua cidade. Ela é composta de diferentes sistemas: de infraestrutura, ruas, água, lixo, construções, áreas verdes. E o sistema social: a educação, a segurança, os sistemas políticos, entre outros. Agora pense na sua estrutura pessoal. Sua família, seus diferentes círculos de amigos, sua rotina. E se olhar para você – você também é um sistema, composto de diferentes aparelhos – digestivo, respiratório, sanguíneo, somados a camadas musculares e sua própria pele. O que é um sistema? São inúmeros componentes ou elementos, que trabalham, em certo contexto ou ambiente, de forma organizada para alcançar um mesmo objetivo. Isto é, são partes – de um todo – que mesmo que trabalhem dentro de uma própria organização, estas partes estão conectadas a um todo e este todo tem um mesmo movimento. Então se digo que trabalho com uma visão sistêmica – é porquê busco sempre analisar todas as partes envolvidas dentro de todos os sistemas que estou inserida – seja pessoal, ambiental ou social. O importante para mim é sempre enxergar todos os fragmentos e suas conexões. Desta forma tenho uma visão total de todas as partes envolvidas e consigo analisar com clareza onde estão os pontos problemáticos ou que tem um potencial de se tornar uma oportunidade. Por exemplo, se eu analisar a minha rotina com um sistema conectado a outros. Entendi que se não me alimento bem, os meus níveis de foco e de produtividade caem de forma drástica. A consequência disto é um impacto direto sobre os meus níveis de energia para executar tarefas e projetos, entregar os trabalhos e isto impacta diretamente a minha renda, que impacta o meu poder aquisitivo, que impacta o estilo de vida que escolho viver todos os dias. E esta forma de pensar também acaba influenciando diretamente na minha arte, que é composta de diferentes partes e linhas que vão compondo um todo que se conecta e se movimenta de uma forma instigante. Da arte à vida, esta é uma forma de avaliar que tudo que fazemos, ingerimos ou nos relacionamos tem um impacto direto sobre diferentes âmbitos da nossa vida. Todos os sistemas que nos envolvem estão conectados e podem ser impactados com mudanças ou intervenções pontuais. Tudo está interligado. E ter isto sempre em mente – em todas as atitudes e também relações que mantemos – pode gerar movimentos incríveis, e positivos, em todos os âmbitos da vida.

Conheça meu trabalho:

kaju.ink

@bykaju

@artistakalinajuzwiak