ROTINA DE CASA COM BEBÊ 

21/02

Cada dia na vida de mãe é diferente. Tem aqueles em que a gente mal sabe se vai dar conta, tem aqueles que são mais leves do que imaginamos. Todos eles trazem aprendizados, reflexões. Gravei um dia nosso em formato Vlog, para compartilhar um pouco disso tudo! Vem ficar mais pertinho da gente e compartilha com suas amigas mães e gravidinhas também!

Cada mãe, cada bebê tem sua rotina, ou mesmo a falta da rotina pode ser uma realidade. De qualquer maneira, apesar de os saltos de crescimento e picos de desenvolvimento serem tão similares a essas crianças… muito acaba sendo diferente pelo nosso estilo de vida, ajuda, falta de ajuda, marido em casa, marido longe. Enfim… cada uma de nós tem suas dores e delícias e não cabem comparações ou julgamentos, já que nisso tudo, não existe certo e errado. Existe uma realidade que, muitas vezes, é até passageira.

Os choros inconsoláveis podem passar, as cólicas podem parar, a calmaria pode ser interrompida. A gente nunca sabe. Por isso sinto que vivo em um vídeo game em que todas as fases serão desafiadoras, mas nunca iguais. Tem dias que a gente faz mais pontos, tem dias que a gente usa mais ‘vidas’, só que não tem game over, nem pause, tem só o botão de start sem stop e assim seguimos nessa aventura de tetê, fraldas, sorrisos banguelas e chorinhos com ou sem lágrimas.

Aqui em casa eu tive muito a ajuda do marido no primeiro mês, ele ficou trabalhando de casa e depois acabou retomando a rotina de escritório. Aliás, seria injusto dizer que não tenho mais a ajuda dele pelo simples fato de ele trabalhar fora. No começo isso me deu uma baita insegurança, mas cuidei para não embarcar nas neuroses e inseguranças, voltei ao momento presente e entendi que ele ajuda sim, ajuda de uma forma diferente. Aliás nem é de ajuda que a gente precisa, precisamos mesmo é de um pai sendo pai, no papel da paternidade. São coisas diferentes, hoje eu sinto isso.

VEJA UM POUCO DA NOSSA ROTINA EM VÍDEO

Além do Crica ser presente e de eu mesma trabalhar de casa, sempre tem gente aqui, mas isso não significa que seja mais fácil. Talvez os desafios sejam outros, como por exemplo, continuar gravando e trabalhando, ainda que seja 1 ou 2 vezes na semana. Temos a Ju – minha xará – que eu agradeço muito por existir e pelos dias em que ela está presente nos ajudando com limpeza, comida e roupas. Mas tudo relacionado à Anne Liv é minha responsabilidade, quisemos assim. Então nossa realidade é essa, posso contar com algumas pessoas incríveis mas isso não me isenta das minhas responsabilidades. Às vezes quem vê de fora acaba achando que é tudo muito fácil, mas na pele eu sei que não é. Busco não transparecer só o lado bom ou só o lado do perrengue nas redes sociais, a ideia é dividir de forma neutra o que eu vivo. para cada uma é de um jeito, né?! E respeitando a realidade umas das outras a gente se acolhe muito mais!

E vamos nos entendendo com a rotina, com a falta dela, com uma bebê em constante crescimento e desenvolvimento. Um dia de cada vez, sempre buscando contabilizar aquilo que conseguimos realizar e fazer e quanto ao que ficou pendente, tudo bem. A blusa cheia de leite, a roupa empilhada pra lavar, a louça sem fim, tudo bem. Seu bebê tá bem, isso que importa. O resto a gente vai levando, se virando, se desdobrando como possível. Mais leveza, menos cobranças, assim seja!

VEJA POSTS QUE VOCÊ PODE GOSTAR

Maternidade x Maquiagem

Top Roupinhas de Bebê | Recém-Nascido

O que tem na Bolsa do Bebê?

Grande beijo,

Ju e Anne Liv