VOCÊ TEM MEDO DE ENVELHECER?

21/07

Qual a primeira reação que você tem ao se imaginar mais velho? Você se apega a imagem, pensa na saúde, na sua realização pessoal ou profissional? Como será que você ‘do futuro’ olharia para as escolhas que você vem fazendo? Vem bater um papo comigo sobre essas questões e quem sabe abrir a mente e o coração para envelhecer com mais felicidade.

Vivemos em tempos em que a imagem pode ser o quesito mais valorizado. Tanto por conceitos coletivos, padrões tóxicos de beleza, reproduções de crenças que nem são nossas. E passamos a nos julgar ou julgar os outros pela imagem. Mas e todo o contexto? Que, na minha opinião, é muito mais profundo e relevante. Sua saúde, seus valores, sua contribuição por onde passa. Precisamos, urgentemente, repensar o modo automático que acaba nos dominando em muitas questões, como a da velhice.

Confesso que mesmo estando em processo de expansão da consciência, me libertando de pensamentos limitantes e autocrítica… fiquei impactada em me ver ‘velha’. Foi um misto de sentimentos. Alguns conflitos interiores. Mais uma vez, sobre a imagem. As rugas, a pele, a estética. Respirei, acolhi. Escolhi sair dessas armadilhas tão inseridas em nossa mente, pensar além, como tão necessário.

Algumas perguntas podem ser transformadoras quando pensamos em futuro e na lei natural do envelhecer, se assim nos for possível, já que não se sabe o dia de amanhã. Qual será a bagagem de vida dessa Juliana mais experiente, qual será o olhar dela sobre a Juliana de hoje em dia? Será que a Juliana do futuro se orgulharia das minhas escolhas atuais? Será que tais escolhas farão diferença no meu futuro, são bons investimentos ou perda de tempo?

Essas perguntas me ajudaram a ir além, entender que sim, estou no caminho. Estou fazendo meu melhor, construindo um amanhã de qualidade, de amor, acolhimento, saúde e realização. Estou fazendo pequenas e grandes coisas das quais serei feliz em lembrar no futuro. Estou formando uma família que me ensina a cada dia, que faz meus dias terem mais propósito.

E é isso… não perder tempo com aquilo que não mudará nada no futuro. Investir em ideias, sentimentos e experiências agregadoras de valor. E seguir o coração, que sempre acolhe, que sempre sabe o caminho. Acima da mente que acaba julgando e criticando. É encontrar o equilíbrio… uma mente tranquila e um coração feliz.

No final, não importa sua aparência, sua roupa, nossos diplomas e medalhas, nossas dívidas ou fortunas… importa nossa experiência como ser humano, nossas pequena e grandes realizações, nossa família, amigos, aprendizados. Nossa satisfação com quem somos e com quem estamos nos tornando, a cada dia. O que você sente sobre isso?

Lá no meu aplicativo Zen vocês encontram várias técnicas que podem te ajudar por ai! As vezes uma prática de atividade física vai te ajudar a ser menos ansioso, a se concentrar mais no momento presente, então eu espero que as nossas reflexões por aqui e o conteúdo no Zen te ajudem de alguma forma. Toda segunda-feira tem conteúdo novo em português, inglês e espanhol. 

O meu app Zen está em mais de 150 países, temos conteúdos como meditações guiadas, trilhas de relaxamento entre outros programas que vão ter ajudar nessa caminhada. Toda semana nossa equipe lança conteúdo pra vocês, meditações guiadas, ferramentas para seu desenvolvimento, programas para insônia e ansiedade, em inglês português e espanhol. Te espero por lá, se você ainda não conhece o Zen, tem link aqui para baixar. Se você já conhece, deixa nos comentários o que você mais gosta e o que deseja ver por lá.