Como seria meu casamento hoje em dia

24/09

Como seria meu casamento se eu casasse hoje em dia (com a mesma pessoa né haha)? 

O portal www.casamentos.com.br me convidou para falar sobre como seria o casamento perfeito para gente nos dias atuais e quais alterações a gente faria nas escolhas de 6 anos atrás! 

No portal você encontra não só todo tipo de inspiração, como também todos os fornecedores que você precisa para tornar seu sonho realidade. Me conta também qual é o casamento dos seus sonhos?

Quando eu olho para o nosso casamento, lá em agosto de 2015 (nós nunca lembramos da data para comemorar), eu vejo com muito carinho. 

Nós já tínhamos um estilo bem definido, mas faríamos sim, alguns ajustes! 

Quem sabe esses ajustes que vou comentar não fica para as renovações de votos, já que casamos na Dinamarca, e nem todos nossos amigos puderam ir. 

Como seria meu casamento se ele fosse hoje?

O Portal traz muitos artigos por temas. Por exemplo, se você quiser ver vestidos, você vai encontrar conteúdo com diferentes decotes, saia, corte e muito mais! Assim, fica muito mais fácil entender o que você gosta e fazer a melhor escolha. 

Você também encontra fornecedores, como decoração, ateliês para costurar o seu vestido, buffet, e outros prestadores de serviço. 

E se você estiver planejando seu casamento, tem um e-book “Descubra quais são as tendências favoritas dos noivos que planejam seu casamento para 2021 e 2022 no mundo inteiro”. 

Para quem está começando, este e-book é muito legal, porque vai te dar um bom norte de todas as áreas que você precisa saber. 

Navegando pelo site, eu percebi que preciso me atualizar. Tem muita novidade! Como mini bolos, por exemplo. 

Vamos conhecer como seria meu casamento hoje?

Tema

Eu penso no clima que gostaríamos de proporcionar, e eu amo o rústico chique. 

Tecidos naturais, renda com juta, flores do campo, tons neutros. Eu amo isso, e nosso casamento foi nessa pegada. 

Eu não mudaria isso, mas colocaria um pouco mais de cor.

Mão na massa

No nosso casamento, o Crica colocou muito a mão na massa. E esse é um aprendizado que eu faria diferente. 

Na época, nós tínhamos um orçamento e fizemos o melhor possível dentro disso. E é muito possível você casar com diferentes orçamentos. Você encontra diferentes tipos de prestadores de serviços (e de serviços mesmo), e assim você consegue adequar a sua realidade. 

Muitas coisas, na época, nós falamos “não vamos investir, a gente mesmo faz”. Mas quando você faz, você descobre que não tem experiência. Tentamos montar as tendas, e no final, até os convidados precisam ajudar! 

Você quer colocar a mão na massa? Coloca junto com os profissionais que já estão acostumados com isso!

Lembrancinhas

Outra coisa que eu faria hoje, com a empresa de decoração, seria transformar os arranjos em lembrancinhas – como eu fiz no meu aniversário de 34 anos

E juntando com o tópico anterior, eu adoraria ajudar a montar junto com a empresa. Mas é importante que a gente não se comprometa demais (principalmente hoje com dois filhos).

A minha dica é que você se dê espaço para ficar tranquila e se dedicar aos preparativos que você não pode delegar para outra pessoa ou empresa.

Sustentabilidade

Essa ideia da lembrancinha também é mais sustentável, e eu levantaria mais o tema da sustentabilidade, como evitar desperdícios, usar materiais biodegradáveis ou materiais não descartáveis.

Experiência gastronomia

Para o buffet, eu pensaria em um gourmet informal. Nós amamos experiências gastronômicas, e adoraríamos oferecer uma experiência à base de plantas. 

Por exemplo, seria legal fazermos testes cegos para elas degustarem. 

Finger food, uma bancada para a pessoa se servir sozinha, algo que as pessoas não precisem sentar na mesa para fazer um jantar.

No nosso casamento, o que eu mais gostei é que as pessoas se divertiram muito. Poucas pessoas ficaram na mesa!

Espaços Interativos Sensoriais

Eu adoraria que a festa proporcionasse inúmeras experiências, além das gastronômicas. 

Gostaria de espaços para descanso, para as artes, para as crianças, e muito mais!

Falando em criança, o portal tem um artigo muito legal sobre o tema: Nova normalidade e crianças: dicas para os pequenos convidados do casamento 

Casamento ao ar livre de novo?

Muitas pessoas me perguntam se eu faria o casamento ao ar livre de novo. E sim!

Eu amo olhar para o pôr do sol, inclusive faríamos nesse horário de novo. Claro, é importante ver quais as melhores épocas do ano para fazer isso para não dar um tiro no pé e casar nas águas de março fechando o verão.

O que eu faria que não eu não tive no primeiro casamento?

Uma dança! Nós dançamos muito, mas não teve uma dança oficial. Eu teria que convencer o noivo, claro. 

No Portal, tem um conteúdo com 5 coreografias inspiradas no cinema para inspirar sua primeira dança de casados. Eu adoraria! 

Bolos de casamento

Eu também gosto dos bolos simples e minimalistas, aquela beleza da simplicidade. 

Uma mesa com poucos elementos e bem clean – embora às vezes a gente se empolga e enche de plantas. 

No Portal, você também encontra o post Casamentos sustentáveis: 7 itens dessa tendência verde para vocês dizerem “sim”

Vestido

Eu gosto muito daquele modelo. Não era um vestido super sereia, não era tão justo, mas tinha esse modelar do corpo com mobilidade nas pernas. 

Meu vestido teria que continuar me dando mobilidade. 

E eu continuo amando o efeito da renda na pele e os modelos mais sequinhos (não me identifico tanto com volume). 

Eu fiquei pensando – e até por conta da sustentabilidade – seria muito especial reaproveitar os materiais do vestido. Eu olho para o vestido e vejo que sou eu, embora tenha alguns detalhes, como plumas, que não faria mais tanto sentido. 

Vestido, acessórios e sapatos, a canceriana aqui não tem desapego! Foi muito especial aquela época, então quando eu olho dá um quentinho no coração. 

Música

Outra coisa que eu faria igual seria a banda e o DJ. Na banda, o Crica era o cantor e rapper. 

O presente dos amigos dinamarqueses do Crica foi a presença de um rapper muito famoso no nosso casamento. Ninguém entendia nada, foi muito louco isso!

Então teríamos banda, DJ, e eu adoraria se o Crica cantasse de novo – foi assim que eu conheci ele lá na época das baladas. 

É isso! Você imaginava que minhas ideias seriam diferentes?

Eu amei gravar esse vídeo! No Portal, você encontra uma variedade muito grande de inspiração, empresas e possibilidades. 

Planejar o casamento é uma loucura muito gostosa! Eu sinto falta. 

Enfim, até o próximo conteúdo (e quem sabe até a próxima renovação de votos também).

Beijos,
Ju

publicidade