Minha Infância em Fotos

12/10
Como você se lembra da sua infância? Eu vou te contar a minha por fotos que marcaram essa fase, momentos e pessoas especiais! Vem ver esse vídeo que preparei com muito carinho e no final quero saber quais são as lembranças mais memoráveis da sua infância também!

Você já deve ter me ouvido falar da tal da criança livre, é uma das características da nossa personalidade de acordo com a PNL, área em que sou formada também e quando fiz uma análise do meu egograma, percebi que minha criança livre estava quase morta dentro de mim. Isso mexeu muito comigo, já que sempre me considerei alegre, livre e espontânea. Percebi que havia perdido essas qualidades no tempo e no espaço, caminhando muito mais para o lado da criança adaptada e do pai crítico no meu comportamento… me lembro direitinho, no meu primeiro curso de programação neorolinguística, há 5 anos, foi um banho de água fria. Precisava salvar minha criança livre, fazer um resgate dela, cuidar e nutrir novamente essa característica em mim mesma.
 
Desde então venho voltando cada vez mais ao estado da espontaneidade, da liberdade, criatividade, tudo o que uma criança livre sabe bem como fazer. Te digo, é libertador!!! A vida fica mais leve, você se torna mais positivo, resgata o olhar da criança que vê ao belo, que vê a mágica que existe em tudo. Por isso, dou muito valor para me reconectar com minha criança e, especialmente, voltar a sonhar como ela sempre fez. Hoje tenho mais recursos emocionais, comportamentais para não só sonhar, como realizar com consciência e congruência aquilo que está no plano da imaginação!

VEJA TODOS OS DETALHES NO VÍDEO

 
Nasci e cresci em Santos, passava muitos finais de semana em Ribeirão Pires, onde meus pais tinham uma chácara, sempre rodeada pela natureza, foi me desenvolvendo e me tornando quem eu sou. Estudei na mesma escola a vida toda, no Colégio São José, aqui em Santos, e minhas amigas de infância fazem parte da minha vida até hoje. Um turma de 16 amigas inseparáveis que até hoje celebram a amizade e nossa união. Fiz patinação por uns 20 anos, fiz jazz por mais de uma década, natação. Tive uma infância muito feliz e ativa, amava patinar, amava criar, especialmente looks do dia muito doidos com minhas roupas e as da minha mãe.
 
Passei por uma sequência de perdas na infância, mas acredito demais que isso, mais tarde, me trouxe consciência para o valor da vida e das pessoas, a grande preciosidade que temos nessa vida. Minha mãe sempre foi muito inspiradora, guerreira, determinada e independente, me ensinou a caminhar com as próprias pernas e conquistar meus objetivos.






 
Essas fotos significam muito pra mim, são apenas algumas, mas falam sobre minha criança, minha história. Se vocês gostaram, podemos dar continuidade contando minha história em fotos até os dias de hoje 🙂 conta pra mim!
 
Ah! Também quero saber de você, qual o gosto da sua infância, quais são suas melhores lembranças, deixa nos comentários, vou amar saber!
 
Beijos com amor,
 
Ju